A história de vida de Pandy tem características dramáticas. A cachorrinha vivia na Tailândia onde por muito pouco não virou comida. Depois, sua sorte virou quando foi resgatada para viver em um abrigo sem fins lucrativos da Animal Haven, em Nova York. Ela estava sendo levada para o abrigo por uma voluntária quando, por algum motivo, se assustou e fugiu.

A pessoa que cuidava de Pandy não foi tão rápida quanto ela. Em meio a uma forte tempestade de neve, Pandy correu mais de quarenta quarteirões pela cidade. Sua aventura durou quase uma hora até dois agentes da polícia portuária a avistarem.

Pandy estava muito cansada e praticamente congelada. Levada para o ASPCA (American Society for the Prevention of Cruelty to Animals), descobriu-se que a cachorrinha possuía um microchip.

A diretora-executiva da Animal Seven declarou que Pandy estava com as patinhas ensanguentadas depois de correr pelo piso gelado e se recuperando do cansaço. Lacey ressalta que seria muita ironia Pandy perder a vida em Nova York depois de passar por tantos apuros na Tailândia.

Felizmente, Pandy recuperou-se plenamente da sua aventura e agora aguarda que uma família amorosa a adote.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here