Não existem registros precisos com relação ao local onde os primeiros cães Dálmatas surgiram, mas especula-se que isto possa ter acontecido no Egito, onde havia pinturas destes cachorros nas tumbas de faraós, ou ainda na Dinamarca ou Dalmácia, na Iugoslávia, esta indicada principalmente em função da origem do nome.

Ao longo dos anos os Dálmatas sempre foram descritos como extremamente fieis aos donos, os acompanhando aonde quer que fossem e não se importando com o meio de transporte utilizado. Tanto isto é verdade que na Inglaterra, em meados de 1900, era muito comum que os exemplares desta raça seguissem as carruagens de seus donos, sendo inclusive chamados de coach dogs, ou cães de carruagem. Além disso, os Dálmatas foram símbolo por muito tempo dos Corpos de Bombeiros quando estes ainda possuíam caminhões puxados por cavalos como meio de transporte.

Sem dúvida alguma o desenho animado 101 Dálmatas, de Walt Disney, alavancou e muito a popularidade desta raça, o que fez com que muitos filhotes nascessem em pouco tempo e fossem tidos como animais de estimação.

Os Dálmatas são extremamente leais aos donos e companheiros e são muito ativos, o que requer que sempre pratiquem exercícios físicos e brincadeiras. Além disso, são muito dóceis, amáveis e inteligentes, sendo frequentemente indicados como cães de companhia e perfeitos para crianças.

A marca registrada dos Dálmatas são suas pintas que podem aparecer nas cores preto ou fígado. Os criadores sempre prezam pelos cães que contem com manchas bem redondas e espalhadas pelo corpo. Ao contrário do que muita gente pensa, os filhotes não nascem com as características pintinhas, que normalmente só começam a aparecer depois de quinze dias.

A altura dos cães machos costuma variar entre 58,5 e 61 cm e nas fêmeas os números oscilam entre 56 e 58,5. O peso dos cães varia entre 23 e 25 kg.

Em função da criação irresponsável é bastante comum que os cães desenvolvam surdez ao longo do tempo.

6 COMMENTS

    • Os cachorros são a minha maior paixão, moro em uma chácara no interior de São Paulo onde tenho 31 cachorros, 29 são da raça Dálmata e 2 são viralatas, dos 29 tenho 4 surdos e 2 com cálculo renal ( doença comum na raça) . Realmente são animais adoráveis o problema é que o cíume predomina entre eles e tenho que tomar muito cuidado com as brigas entre eles , mas só tenho que dizer que AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO MUIIIIIIIIITOOOOOO todos eles.

  1. Tenho um dalmata com 2 anos, fazia as suas necessidades sempre no mesmo sitio onde era levado,mas desde do verão depois de ter ficado 15 dias no canil,deixou de fazer a rua e só faz no quintal.
    Não sei o que hei-de fazer para ele voltar a fazer o mesmo
    se alguem puder dar umas dicas agradeço pois já estou a desesperar
    obrigada

  2. meu cão não tem muitas manchas pelo o corpo, tem manchas na orelha grande preta gostaria que voces mim desse uma dica e que ração eu do ha eles. eles tem 2meses.agradeço…

  3. tenho um filhote de dalmata de 5 meses , ele é tudo na minha vida , e muito esperto , inteligente e ciumento .. com apenas 5 meses ja sabe sentar ,deitar ,dar a patinha , girar e rolar , sem dúvida dalmata é a melhor raça pra se ter *-*

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here