Como ensinar o cachorro a beijar

Seu cachorro pode ficar mais atraente se você ensiná-lo a dar beijos. O truque é fácil!

Como ensinar o cachorro a beijar? Truques, como cumprimentar, interagir e outros, são sempre divertidos. A maioria dos cachorros pode aprender com facilidade. Além de deixar o peludo mais engraçadinho, o aprendizado também fortalece os vínculos com o tutor e estimula o desenvolvimento cognitivo e emocional. Aqui, vamos apresentar algumas técnicas para ensinar o cachorro a dar beijos.

Boa parte dos cachorros recebe os humanos da família com festa e muitas lambidas. Este truque, no entanto, deve ser ensinado para momentos especiais, em que o cachorro será estimulado a fazer a “apresentação” e cumprimentar, dando beijos na família ou nas visitas.

Como ensinar o cachorro a beijar
Créditos: coolbiere photograph/Getty Images

O que é necessário para ensinar o seu cachorro a dar beijos

  • alguns petiscos;
  • uma toalha.

O petisco deve ter forma cremosa e consistente. O tutor pode amassar banana com aveia, cenoura, frutas como maçã e pera, etc. Tudo depende do paladar do cachorro. Alguns treinadores usam requeijão ou queijo cremoso, mas a maior parte das marcas é muito salgada: ele pode ser adotado, mas com moderação.

O petisco cremoso serve para demarcar a área que o cachorro deve beijar: as costas da mão ou a bochecha, por exemplo. Naturalmente, o cachorro precisa estar saudável e o treinador não pode ser sensível aos pelos (e à baba) dos peludos.

A toalha é usada apenas para limpar a bagunça inevitável das sessões de treinamento. O tutor pode optar por itens de papel ou tecido.

Os pré-requisitos

Todos os truques para cachorros são fáceis e divertidos. O ideal é dar início à educação logo que o cachorro seja adotado. Antes de ensinar a executar performances mais complexas, é preciso que o peludo tenha assimilado os chamados comandos simples.

Além do “sim” e do “não”, o cachorro deve entender o significado de palavras como “fica”, “senta”, “deita” e “vem”. Além disso, é importante que o peludo aprenda comandos como “sobe” e “desce”, “pega” e “solta” e, principalmente, “acabou”: é o sinal de que a brincadeira chegou ao fim.

O melhor método de aprendizado é o reforço positivo. O tutor precisa se armar com alguns petiscos e uma boa dose de paciência. A sala de aula ideal é um local tranquilo, sem muitos estímulos que possam dispersar a atenção dos cães.

A cada ordem acatada, o cachorro deve receber um petisco e muitas palavras de incentivo. Em dois ou três dias, o treinamento dispensa as recompensas materiais, mas os agrados e palavras de estímulo são necessários durante todo o período de relacionamento.

O motivo é que os cachorros querem agradar os seus humanos. Eles podem não entender os motivos por trás das ordens e comandos, mas obedecem quando percebem a reação positiva dos tutores.

O passo a passo para ensinar seu cachorro a beijar

1) Coloque um pouco do petisco cremoso na palma da mão, a alguma distância do cachorro, que precisa estar tranquilo, mas atento. No meio de uma brincadeira intensa, ele simplesmente tentará pular sobre o tutor para alcançar a guloseima;

2) Deixe que o cachorro sinta o aroma e perceba que há algo gostoso em você. Procure não deixar o peludo muito entusiasmado.

3) Ensine o comando: “Beija” e ofereça a mão. Naturalmente, o cachorro tentará saltar sobre a mão lambuzada com o petisco, mas este comportamento não deve incentivado.

4) indique o local a ser beijado. Você pode apontar a mão direita com um dedo esquerdo. O comando precisa ser repetido, sempre com a recompensa imediata, até o cachorro entender o que se espera dele: lamber a mão ou a bochecha.

5) Depois de duas ou três aulas, retire a recompensa (o petisco). Apenas repita o comando “beija” e aponte a mão com o dedo.

6) Em todas as respostas positivas, incentive o cachorro com palavras e gestos. Faça um cafuné e mostre estar satisfeito com o comportamento exibido.

7) Uma vez que o cachorro tenha aprendido como beijar, ele já terá associado a sequência: “beija” > oferta da mão ou bochecha > prêmio com agrados e elogios.

8) Em seguida, você pode o cachorro a beijar a mão de outras pessoas, como as crianças da família, visitantes e até mesmo pedestres encontrados nas caminhadas diárias.

O truque do beijo, além de ser divertido e agradar as pessoas que são “premiadas” (pelo menos a maioria), é útil para atenuar comportamentos desagradáveis, como as lambidas excessivas. O cachorro aprende a beijar apenas quando é solicitado e interage com menos intensidade nas outras situações.

Mas, caso o peludo fique muito empolgado com a nova técnica aprendida e comece a distribuir beijos para todos que cruzam o caminho, os cachorros podem reprimir o comportamento. Basta usar a palavra “acabou”, que faz parte dos comandos básicos.

“Acabou” pode ser substituído por “chega”, “basta”, “suficiente”, etc. A verbalização dos comandos fica sempre a critério do tutor ou adestrador. Algumas são empregadas com mais frequência, para que qualquer pessoa possa estimular o cachorro a repetir o truque.

Qualquer palavra ou gesto pode ser usado, além dos que podem ser considerados “universais”, como “beija”, acompanhado pela indicação com o dedo. Se o tutor quiser, pode personalizar o truque, fazendo o cachorro aprender a beijar ao ouvir o comando “amo você”, por exemplo.

Cães prodígio

Alguns cães apresentam maior facilidade para o aprendizado de truques. Isto não significa necessariamente que eles são mais inteligentes: os peludos mais dóceis e dedicados aos tutores costumam ser mais rápidos, enquanto os independentes, teimosos e mal-humorados podem demorar mais.

Para os que assimilam os truques mais facilmente, o comando de dar beijos pode ser ainda mais simples: toda vez que eles lamberem o rosto ou as mãos do tutor, basta repetir o comando “beija”. Em pouco tempo, eles fazem a associação entre a palavra e o gesto.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas