Cuidados com a formação de abscessos no cão!

Por

Você sabe o que são abscessos? Eles podem ser formados por meio de feridas e precisam de cuidados. Veja as dicas!

Os abscessos são formados por vários motivos como, por exemplo, uma ferida que infecciona e resulta em acúmulo de secreção purulenta, que são provocados por uma bactérias. Eles precisam ser tratados, para que não resultem em problemas mais graves como uma infecção generalizada. Por isso, tenha cuidado se notar que seu melhor amigo está machucado, porque as feridas são portas abertas para muitos tipos de infecções.

Cuidados com a formação de abscessos no cão!

Os abscessos são formados por um acúmulo de pus e podem ser encontrados em qualquer região do corpo. Inclusive, alguns processos podem levar a formação em órgãos internos como, por exemplo, no fígado. Além disso, eles podem acometer regiões como as gengivas por meio de doenças como a periodontite, podendo provocar a perda dentária.

Os sintomas dependem da região ou do órgão que foi afetado pelo abscesso. Mas, no geral ele forma uma cônica que se assemelha muito a um vulcão e pode provocar a perda do pelo na região. Além disso, o local fica muito dolorido, quente, e a presença de pus é constante.

Como já foi falado, é preciso ter cuidado com as feridas, justamente, para que elas não formem abscessos. Algumas doenças como a dermatose ou a berne, que são causadas por fungos, podem causar o problema. Uma das maneiras mais eficazes para prevenir é não estourando, furando ou tentar cortar. Ou seja, não mexa na ferida e não tente fazer nada, para não provocar a formação de abscesso, que é muito prejudicial para a saúde do seu cachorro.

O tratamento dos abscessos, normalmente, é feito por meio de cirurgia para drenagem. Assim, no pós- cirúrgico, por exemplo, são necessários curativos, medicamentos, e outros itens que vão auxiliar na recuperação do seu melhor amigo. Além disso, dependendo do local pode ser necessário o cão usar o colar elizabetano, para que a cicatrização ocorra de maneira segura e eficaz.

Não dê medicamentos por conta própria ao seu melhor amigo, porque isso é muito prejudicial. Desta forma, leve-o, imediatamente, ao veterinário, para que ele possa indicar a melhor forma de tratamento e o remédio adequado para seu cachorro.

Portanto, se você notar que seu cachorro está com uma ferida, simplesmente, não fique tocando, espremendo. Lembre-se de que ficar mexendo na ferida é pior, porque pode provocar uma infecção e isso prejudica a saúde do cão.

Desta forma, qualquer ferida estranha que aparecer na pele do seu cachorro, leve-o imediatamente ao veterinário, para que ele possa recomendar o tratamento correto.