Muitas cidades brasileiras enfrentam, de tempos em tempos, períodos de baixa umidade do ar e com falta de chuva. Tais questões fazem com que quem tem alergias e problemas respiratórios sofra ainda mais. Os animais também não escapam das conseqüências do tempo seco, e ficam sujeitos a alergias, doenças e muito mal estar. Para evitar que seu cãozinho de estimação sofra com a baixa umidade, siga algumas dicas para que o tempo seco não se torne um transtorno.

Cuidados com os cães no tempo seco

Com a falta de chuva a grama também fica seca, que se revela o paraíso para os carrapatos. Para evitar que seu animal seja o escolhido como abrigo dos carrapatos, limpe e molhe a grama com frequência.

Você já deve ter percebido que o focinho dos cães está sempre úmido, o que aponta que está tudo ótimo com ele. Se, durante o tempo seco, você perceber que o focinho de seu cão perdeu a umidade característica, umedeça um algodão com soro fisiológico e passe sobre a região.

Para evitar que os cães sofram em demasia com a seca generalizada, lembre-se de manter diversos potes de água fresca à disposição de seu animal e também de aumentar a frequência dos banhos. Evite também passear com seu cão nos horários em que o sol estiver muito forte e tente não levá-lo a locais com grande concentração de pessoas ou poeira.

Cuidados com os cães no tempo secoDentre as recomendações dos especialistas para tornar o dia-a-dia dos cães mais agradável destacam-se ainda a aplicação de colírio veterinário nos olhos, a utilização de um umidificador de ar dentro de casa e a criação de um espaço à sombra e fresco para que possam relaxar.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui