Sabia que existem diferentes tipos de escovas para a tosa e cada uma é indicada para um tipo de pelo? Confira algumas dicas:

A tosa deixa os cães mais bonitos, auxilia nos dias de calor, visa a garantir a higiene, entre outros benefícios. Mas, a atividade precisa de cuidados especiais e o profissional deve ter conhecimento sobre o tipo de pelagem do cão, o tipo de tosa e ter muita experiência na área. Desta forma, cada cachorro tem o seu próprio tipo de pelo e a própria tosa. Confira algumas dicas sobre o assunto!

Dicas de tosa

Antes de tosar o seu melhor amigo, é fundamental que você conheça os materiais que estão disponíveis no mercado para a tosa. Por exemplo, existem vários tipos de escovas:

Escova Pinus: usada para massagem e separação dos pelos

Pin Palm Brush: serve para remover pelos mortos

Escova de cerdas naturais: usada em cachorros que têm a pelagem sensível

Cada cachorro tem um pelo diferente, não é verdade? Por isso, existem várias escovas para cada tipo de pelo:

Liso, curto e sem camada: escova do tipo luva de borracha.

Longo, áspero e liso: rasqueadeira ou pin brush.

Longo, áspero e crespo: pin brush, pente e rasqueadeira.

Máquinas para a tosa

Existem muitos tipos de máquinas de tosa diferentes no mercado e por isso a escolha precisa ser feita com cuidado. Além disso, os preços também mudam bastante podem variar entre R$ 300,00 a R$ 700,00. As máquinas têm manuseio fácil e cortes suaves. Os modelos modernos são silenciosos, possuem diferentes níveis de velocidade e são indicadas para uso profissional.

Máquina ou tesoura?

As duas ferramentas são usadas para a tosa. A tesoura tem a finalidade de fazer os ajustes nas regiões que os pelos devem ser densos, corrigir os erros feitos pela máquina ou retirar algum excesso, A máquina deve ser usada com a lâmina certa, para que o corte seja feito na altura indicada. Outra finalidade da tesoura, é que o instrumento é usado para fazer os acabamentos.

Dicas e cuidados com a tosa

A tosa deve ser feita com os pelos umedecidos, para que o processo seja feito com mais facilidade. Os movimentos não devem ser agressivos e o profissional deve evitar tocar na pele do cachorro. Além disso, durante a tosa deve ser verificado se há ou não existência de pulgas e carrapatos, ou algum outro problema na pele do animal como, por exemplo, feridas e alergias.
A tosa não deve ser feita por pessoa sem experiência, por isso, se você nunca tosou leve o seu melhor amigo ao Pet Shop de confiança!


2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui