História da raça

A raça surgiu na Ásia Central e uma das principais teorias da história sugere que ele, provavelmente, foi descendente dos cães de luta na Roma Antiga. O Dogue do Tibete desenvolveu de forma isolada na região montanhosa do Himalaia, em que ajudou a criar e cuidar de rebanhos dos pastores.

Dogue do Tibete: características, história e curiosidades da raça

A raça foi importada pela primeira vez pelo Rei George IV e no Reino Unido surgiu em 1874. Nos anos 70 o Dogue do Tibete começou a ser importado para os Estados Unidos e em 1974 foi fundado o Tibetan Mastiff Association.

O Dogue do Tibete não é uma raça muito comum no mundo. Ela pode ser vista em maiores quantidades nas diferentes regiões do Himalaia.

Características Físicas

O Dogue do Tibete tem porte grande, sendo muito robusto e largo. A altura varia entre 61 e 71 cm e o peso corresponde entre 64Kg e 78 Kg. Os pelos são longos e espessos e as cores podem variar em muitos tons, como: preto e castanho dourado, cinzento com marcas douradas ou vários tons diferentes de dourado.

Os músculos são bem desenvolvidos e definidos. O Dogue do Tibete conta com um olhar bem expressivo e marcante.

Temperamento da raça Dogue do Tibete

O Dogue do Tibete é um ótimo cão de guarda e, além disso, é muito amigo, companheiro, fiel e afetuoso. Ele tem tendência para demarcar território, por isso, protege com muita lealdade a sua casa e a sua família.

Dogue do Tibete: características, história e curiosidades da raça

Ele é muito inteligente, mas o treinamento não é feito de modo fácil. O Dogue do Tibete é tolerável com crianças, mas com estranhos ele tem uma postura defensiva, por isso, sempre é bom ter cuidado e atenção.

Dicas e curiosidades com o Dogue do Tibete

O Dogue do Tibete tem uma expectativa de vida em torno de 15 anos, mas devido ao seu tamanho pode contrair algumas doenças ou ter más formações. Assim, ele pode ter cataratas, displasia da anca, problemas de pele, infecções, entre outros.

Como os pelos do Dogue do Tibete são longos, eles devem ser escovados diariamente para que não fiquem embolados. Além disso, estes cães não devem viver em apartamentos ou locais menores, porque precisam de espaço. Assim, só crie um se você morar em uma casa com uma área bem grande para ele possa se divertir.

O Dogue Tibete não é muito exigente com relação a atividades físicas, mas como todo cachorro ele precisa de caminhadas e passeios diários. Por isso, leve-o para conhecer praças, praças ou outros locais públicos.

Fotos do Dogue do Tibete

Vídeo do Dogue do Tibete

 


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here