Também conhecido como calos no cotovelo, a formação, geralmente, ocorre em cães de grande porte ou obesos. Veja dicas!

Geralmente, os conhecidos calos de cotovelos ou escaras de decúbito ocorrem em raças de grande porte, sendo considerado como “falhas no pelo”. Porém, os calos também tendem em aparecer em cães idosos e algumas raças como, por exemplo, o Labrador tem uma predisposição maior

Escaras de decúbito no cão: o que são?

Os calos de cotovelo, além de atingir com mais frequência cães de porte maior, também podem ocorrer em cachorros que tem a pele curta e que dormem em superfícies duras como madeira ou concreto. Como ocorrem os calos? Quando os cachorros deitam sobre uma superfície, por exemplo, as pontas dos ossos entram em contato e devido a pouca existência de pelo no local, acaba proporcionando a formação desses calos.

Você sabia que tem como evitar a formação desses calos? Uma boa recomendação é proporcionar um local confortável para o seu melhor amigo dormir. Nos Pets Shop, por exemplo, existem vários tipos de camas em tamanhos e formatos diferentes, que, certamente, o seu cachorro vai adorar. Desta forma, ele vai poder dormir e ter uma noite de sono tranquila e confortável na caminha dele. Além disso, quanto mais dura e áspera for a superfície que o seu melhor amigo dorme, maiores são as chances de ele desenvolver escaras de decúbito. Cachorros que também vivem em jardins e gostam de brincar na terra, em que a superfície é mais macia, também não tendem a formar calos.

Cães que residem em apartamento ou mesmo tem o hábito de dormir com o dono na cama, tem menores chances de desenvolver calo no cotovelo.

Porém, os calos também podem aparecer em cães que estão acima do peso. É fundamental o dono ficar atento e sempre estar observando o cachorro.

Se você notar que o seu melhor amigo esta apresentando a formação de calos, é preciso leva-lo ao veterinário, para que ele possa dar a indicação correta do tratamento e confirmar se é ou não escara de decúbito.

Existem algumas medidas preventivas, além das que já foram citadas como fornecer um local confortável e macio para o seu melhor amigo dormir, como controlar o peso do seu cão. Passeie, brinque com ele e fique sempre atento aos sinais que o seu melhor amigo te transmite, e lembre-se de que qualquer dúvida é preciso levar ele para um veterinário de confiança.

Você conhece algum cachorro que já teve a formação de calo? Conte para a gente aqui no blog sobre ele!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui