O que fazer em cães com hipotermia?

Por: em

Você sabe o que fazer se o seu melhor amigo ficar com a temperatura abaixo do normal? Confira por meio deste artigo!

Você sabe o que é hipotermia? Você sabe o que fazer se o seu melhor amigo tiver hipotermia? Que tal ficar um pouquinho mais por dentro do assunto e conferir dicas do que fazer se o seu cachorro desenvolver hipotermia? Então não perca tempo, e leia o artigo.

caes-com-hipotermia

A hipotermia significa a queda de temperatura abaixo do normal. Essa situação pode ser provocada por vários fatores, tais como: exposição constante a água fria ou outros fatores que contribuem para que a temperatura fique abaixo do normal.

Além disso, a temperatura normal do cão é de 38ºC. A hipotermia pode ser classificada da seguinte maneira:

– Discreta: 32,2 a 35 ºC
– Moderada: 28,2 a 32ºC
– Grave: abaixo de 28ºC

Os sinais clínicos da hipotermia caracterizam-se pelo comprometimento da consciência, arritmias, hipotensão, diminuição da frequência cardíaca, depressão respiratória, hipoxemia, tremores, pupilas dilatadas e fixas, entre outros.

Se você notar que o seu melhor amigo está apresentando alguns destes sintomas, você deve primeiramente aquecê-lo. Depois, coloque uma garrafa de água quente sobre o abdômen do seu cão. Mas, lembre-se de enrolar a garrafa para evitar algum tipo de queimadura. Também enrole o seu melhor amigo em um cobertor ou casado. Assim, a ideia é aquecer o cachorro. Depois, leve o seu melhor amigo ao veterinário, o quanto antes.

Nos casos em geral de hipotermia, os cães recebem atendimento ambulatorial e dependendo da gravidade da situação, é necessário até suporte de oxigênio. Na hipotermia classificada como discreta, o reaquecimento passivo com o uso de cobertores e aquecimento ambiental para o cão, podem ser suficiente.

Todavia, nos casos classificados como moderada pode ser preciso o uso de fonte de calor externo como, por exemplo, bolsas de água quente. Mas, nos casos mais graves que são classificados como hipotermia severa/grave pode ser preciso o uso da técnica denominada aquecimento central. Além disso, pode ser necessário o uso de outros tipos de tratamentos como lavagem gástrica e peritoneal com água quente, enema de água quente, soro intravenoso aquecido, entre outros.

Desta forma, se você notar que seu melhor amigo está com alguns dos sinais clínicos que são característicos da baixa temperatura corporal, leve-o ao veterinário imediatamente, para que ele possa receber o tratamento adequado e o mais depressa possível.

Gostou de saber um pouquinho mais sobre a hipotermia? Deixe a sua opinião para a gente aqui no blog!