O seu cachorro ama nadar e se divertir na água da piscina no calor? Confira alguns cuidados fundamentais para garantir a segurança.

No calor, nada melhor que dar um mergulho para se refrescar, certo? O seu melhor amigo gosta de nadar? É só ver uma água que ele já esta pulando? É preciso ter cuidado, porque os cachorros podem se machucar nas piscinas. Que tal ficar por dentro de algumas dicas para evitar acidentes?

Os cães podem se acidentar nas piscinas. Veja dicas e cuidados!

Muitos cachorros que gostam de nadar podem desenvolver problemas na região do ouvido. Por exemplo, as raças que adoram uma água como labrador ou Golden Retriever são comuns apresentarem problemas de otite. Para evitar que isso aconteça, quando o seu melhor amigo sair da piscina coloque na orelha dele um pouco de solução própria para o ouvido e depois seque bem a região.

Não jogue o seu melhor amigo na piscina diretamente, porque isso vai assustá-lo. Para fazê-lo entrar na água, você pode ir chamando ele aos poucos e o atrair com o seu petisco favorito. Ou se preferir, pode jogar o brinquedo dele diretamente na água. Desta forma, ele vai ficar mais confiante para entrar na piscina.

O ideal é que a piscina tenha uma escada interna inclinada, para que o cachorro possa entrar e sair da água de forma tranquila e no momento que desejar. Além disso, a escada deve ir do chão até a borda, assim, terá mais segurança para o cão. Não use escada de metal na vertical.

Na piscina, o seu cachorro deve usar uma coleira peitoral com guia. Desta forma, você vai conseguir salvar o seu melhor amigo se ele afundar. Porém, não use enforcador, para que ele não corra o risco de se engasgar.

O seu melhor amigo vai se acostumar com a piscina aos poucos, por isso, não force a entrada dele. Tenha paciência e saiba respeitar o ritmo do seu cachorro. Permita que ele possa sair no momento que desejar. Aos poucos ele vai criando confiança para nadar e brincar na piscina com você.

Não deixe o seu cachorro brincando sozinho na piscina, é preciso ter sempre alguém por perto. Por exemplo, ele pode cansar de nadar e não conseguir sair sozinho da piscina, e morrer afogado. Portanto, fique sempre atento!

Logo, alguns cachorros amam nadar, e outros não. Desta forma, é preciso saber respeitar e entender a individualidade de cada um e respeitar o seu espaço sem forçar. Cuide bem de quem sempre vai estar ao seu lado!

O seu cachorro gosta de nadar? Que tal contar dele para a gente?


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui