Sabia que os primeiros 21 dias de vida exigem cuidados especiais? Conheça esse período!

Os filhotes de cães são apaixonantes! Lindos e fofos, eles conquistam e cativam a todos. Mas, durante essa fase eles precisam de cuidados específicos para crescer e se desenvolver, principalmente, durante os 21 primeiros dias de vida. Que tal conhecer alguns cuidados que são essenciais para essa fase?

primeiros-dias-vida-cao

Conhecendo o período neonatal

O período neonatal ocorre durante o nascimento até os 12 dias. Ao nascer, a própria mãe come o cordão umbilical e a placenta, para depois começar a limpar o filhote. Você já reparou que as mamães também lambem os cachorrinhos? Elas fazem isso para estimular os movimentos circulares e a respiração.

Além disso, os filhotes não conseguem regular a própria temperatura do corpo, e por isso as mães sempre os mantêm próximos de si. Mas, quando o filhote também esta com calor, ele tende a se afastar da mãe para resfriar um pouco o corpo. A natureza é perfeita em todas as suas formas, você não acha?

Durante essa fase, os cachorrinhos são surdos e cegos, mas existem outros sentidos bem desenvolvidos. Eles conseguem cheirar e sentir o gosto das coisas, por exemplo, Nos três primeiros dias, os cachorrinhos começam a mexer as patas dianteiras e com 6 a 10 dias já tem o apoio delas.

Nos primeiros dias de vida, os cachorrinhos estão conhecendo o mundo e tentando descobrir novos ambientes e lugares. Ou seja, estão na fase de descoberta. Durante o período, o comportamento do cão é limitado. Por isso, os donos precisam sempre ficar atentos. Ate o 12º dia de vida, o cãozinho já tem uma noção de alguns instintos, mas, ao mesmo tempo, esta tentando descobrir coisas novas no mundo.

Período transacional

Essa fase, geralmente, dura de 12 aos 21 dias e os cachorrinhos, que estão em fase de desenvolvimento e descoberta, conseguem abrir os olhos e também os canais auditivos. Assim, no período transacional eles ficam mais independentes e começam a ter alguns comportamentos voluntários, ou seja, independente da mãe. Por exemplo, eles podem ter um pouco de dificuldade para andar, mas conseguem se equilibrar em pé. Porém, não tem muita firmeza.

Nesta fase, os filhotes buscam se distanciar um pouco das mães com o intuito de descobrir coisas novas e também vivenciar ambientes diferentes. Assim, eles tendem a buscar a mãe quando sentem alguma necessidade como fome, por exemplo. Peça sempre orientação e dicas para o seu veterinário de confiança.

Gostou das dicas? Conte para a gente!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui