A sua cachorrinha esta triste e sem apetite? Esses são sintomas comuns da Piometra, uma infecção que acomete o útero. Saiba mais!

A Piometra é uma infecção bactéria que acomete no endométrio. É uma doença grave e que pode trazer muitos prejuízos para a saúde da cachorra. Essa infecção ocorre devido às mudanças hormonais no aparelho reprodutor. Geralmente, ela só ocorre depois do primeiro cio, sendo pouco comum em filhotes. A Piometra, normalmente, acomete fêmeas de 05 anos de idade e os sintomas costumam aparecer entre 1 a 2 meses depois do Cio.

Piometra em cachorras: o que é e como evitar?

Existem duas formas deste tipo de infecção: a aberta, em que a principal característica é a presença de um corrimento e a fechada, que ao contrário, não aparece nenhum tipo de corrimento. Como esse segundo tipo é mais silencioso, ele tende a ser mais perigoso para a cachorra. No geral, somente quando a Piometra alcançou um estágio mais avançado é que o dono descobre e isso diminui as chances de cura.

Por isso, é fundamental levar os cães ao veterinário periodicamente, para a realização de check-up.

Quais os sintomas da doença?

Os sintomas desta infecção são: presença de pus – que pode ou não escorrer-, aumento de sede, vontade de urinar com mais frequência, letargia, falta de apetite, perda de peso, febre, desidratação, entre outros. Portanto, se você notar a sua cachorra com alguns destes sintomas, leve-a ao veterinário, ok?

A infecção é diagnosticada por meio de exames laboratoriais, exames bioquímicos, entre outros, que serão recomendados pelo veterinário.
Caso notar a sua cachorra com alguns dos sintomas, não tente fazer um diagnóstico por conta própria, porque muitas doenças tem sinais clínicos parecidos. Por meio de exames certos, é que o diagnóstico deve ser feito. Portanto, leve o seu cão ao veterinário.

Como prevenir a Piometra?

Para prevenir essa infecção, uma das formas mais indicadas é a castração, em que é removido o útero, que é o local que acontece a Piometra. Você esta pensando em castrar a sua cachorra? Então, escolha um veterinário de confiança para realizar o procedimento.

Lembre-se de que os cães não conseguem falar o que estão sentindo, mas eles demonstram no dia a dia por meio do comportamento. O dono deve ter atenção a todos os sinais e mensagens que são transmitidos através do seu melhor amigo. Os cães comunicam com os donos por meio de várias maneiras. Por isso, é importante ter cuidado, carinho e atenção.

Se notar o seu cão chateado, triste, sem vontade de brincar, desanimado, sem apetite ou qualquer tipo de comportamento diferente é preciso levar ao veterinário e descobrir a causa.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui