O Bouvier de Flandres tem a sua origem de uma região que abrange parte da França e da Bélgica denominada Flandres. Existem diversas teorias sobre a origem da raça, um dos estudos, por exemplo, sugere que a raça é descendente do Cão de Turfeiras. Outra teoria explicita que houve cruzamentos entre Beaucerons, Griffons e Deerhounds.

raca-bouvier-de-flandres-1

A raça demorou para ser reconhecida, apenas em 1910 a Sociedade Real de São Humberto tomou conhecimento por meio de uma exposição, e em 1912 devido a uma iniciativa do Bouvier Club de Courtrai um padrão para a raça foi definido. Atualmente, a raça é utilizada para diversas atividades fazendárias, como a guarda de propriedade e de gado, por exemplo.

Características da raça

O Bouvier de Flandres tem uma aparência rústica, forte e muito determinada. Ele é musculoso, ágil e apresenta os pelos ásperos e densos. A pelagem possui duas camadas sendo o subpelo protetor e impermeável, e a outra camada é composta por pelo de comprimento mediano. A cor apresenta diversas variações como, por exemplo, tons desde o amarelo até o preto, assim como, sal-e-pimenta, cinza e tigrado.

O cão é de grande porte, tendo medidas de 62 a 68 cm para os machos e 59 a 65 cm para as fêmeas. O peso dos cães desta raça podem variar entre 30 e 40 Kg, em média.

Temperamento do cão Bouvier de Flandres

Os cães desta raça são muito leais aos donos e familiares e o protegem com muita devoção. Ele é ágil, inteligente e tem o temperamento bem equilibrado e tranquilo. Além disso, possui um sentido de iniciativa, extremamente, desenvolvido.

O Bouvier de Flandres é muito sociável com crianças e tem muita energia e resistência, sendo um excelente companheiro para caminhadas corridas, entre outras modalidades esportivas. Assim, os donos que adoram praticar exercícios físicos podem contar com uma excelente companhia.

Devido à inteligência e a capacidade rápida de aprendizagem, a raça é usada no socorro a vítimas de catástrofes e combate antidrogas. Além disso, na classificação do Pesquisador Staley Coren no livro “A inteligência dos cães”, essa raça ocupa a 29 posição dentre as 133 que foram pesquisadas.

Saúde da raça Bouvier de Flandres

Há poucos problemas diagnosticados desta raça, mas os mais comuns são a predisposição da displasia coxofemoral e problemas relacionados à tireoide.

Para a manutenção da textura dos pelos, é essencial a escovação diária e os banhos devem ser evitados. Mas, quando os pelos estiverem muito sujos, pode ser um usado shampoo seco específico.

Fotos da raça Bouvier de Flandres

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui