Entendendo a linguagem corporal dos cães

Saiba o que as expressões mais comuns de seu cachorrinho significam.

Os cães usam a linguagem corporal para expressar suas intenções e emoções, eles herdaram essa capacidade de seus antepassados, os lobos, que há séculos usam a linguagem corporal para se comunicar. Essa linguagem é de suma importância para eles, pois embora emitam diversos sons, não conseguem falar como os humanos e por isso usam todo o seu corpo para se expressar.

Orelhas relaxadas ou eretas, olhos atentos ou dispersos, boca aberta, língua pendurada, dentes à mostra podem ter diversos significados, uma cauda abanando, por exemplo, nem sempre significa que o cão está feliz, dependendo do movimento da cauda, ela pode demonstrar curiosidade, afeição, confiança, o cão pode estar assustado ou até mesmo preparado para uma briga, mas como diferenciar e interpretar as principais expressões do seu cachorrinho?

Aqui temos alguns exemplos para que você entenda direitinho a linguagem corporal deles:

Agressividade:

Determinar a postura de agressividade em um cachorro depende um pouco da raça a qual ele pertence e pode ter algumas variações, mas geralmente os cães estão em uma postura de agressividade quando sua cauda está totalmente ereta ou ao longo do corpo, nunca para baixo, seus olhos ficam fixados, os dentes à mostra e as orelhas para trás, normalmente os pelos do pescoço e das costas ficam eriçados.

Brincadeira:

Essa é a postura mais fácil e gostosa de identificar: o traseiro empinado, orelhas levantadas, boca aberta, patas anteriores abaixadas, é a hora da brincadeira! Muitos cães, neste momento, trazem seus brinquedinhos e os colocam próximos aos pés dos donos. Os cães também costumam demonstram bastante excitação quando querem brincar e suas expressões mais comuns são os pulos, giros em torno de si mesmos, o balanço constante da cauda e soltar latidinhos convidando-nos a brincar.

Medo:

Quando um cão está com medo também pode deixar os dentes à mostra, mas de forma bem diferente de quando ficam agressivos, pois, vem acompanhados de orelhas murchas, desvio do olhar, tensão, submissão, a cauda fica abaixada e o corpo trêmulo, muitos costumam se esconder atrás ou embaixo de móveis procurando abrigo e proteção, neste momento é bom deixa-los à vontade e não força-los a ficar no colo se não quiserem.

Ansiedade:

Corpo agachado, rabo escondido, pupilas dilatas, boca parcialmente fechada como se tentasse sorrir, postura submissa, são alguns dos sinais de ansiedade nos cachorros. Eles também podem bocejar para liberar a ansiedade.

Tristeza:

Um cachorro triste fica mais submisso que o de costume, geralmente com o rabo parado e a cabeça baixa, mas para acabar com isso bastam um pouco de carinho, atenção, cuidados e exercícios que eles já voltam a demonstrar a alegria tão pertinente a eles.

Interesse:

Sabe aquelas fotos super fofas de cachorrinhos com a cabeça inclinada lateralmente, olhos brilhantes, cauda para cima e orelhas para frente? São típicos sinais de interesse dos cães, essa postura também expressa curiosidade.

Esses são só alguns exemplos de como os cães podem se comunicar conosco, existem muitas outras formas e posturas que eles apresentam para expressar suas vontades e sentimentos. E o seu cãozinho, como usa a linguagem corporal para se comunicar com você?

Deixe seu comentário.

Um comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *