[VÍDEO] Homem gasta um dinheirão para se fantasiar e viver como um cachorro

Este homem quis se fantasiar e experienciar a vida de cachorro. Ele gastou uma pequena fortuna.

Um homem do Japão decidiu literalmente sentir na pele como vive um cachorro. Ele encomendou uma fantasia super-realista e passou a viver diariamente por algumas horas como um rough collie – a raça ficou conhecida nos anos 1950 e 1960 com o seriado “Lassie”.

O “desejo” extravagante custou um dinheirão para o homem japonês: o equivalente a US$ 16 mil (pouco menos de R$ 76 mil, pelo câmbio atual). O valor exato é de dois milhões de ienes (US$ 15,7 mil).

A história do homem cachorro

O cidadão japonês é conhecido apenas como Toco, seu nome de usuário no Twitter. Ele já era uma figura conhecida nas redes sociais, porque sempre compartilha a paixão por animais em vídeos e fotos.

homem-gasta-um-dinheirao-para-se-fantasiar-de-cachorro

Nas últimas postagens, no entanto, Toco tem causado espanto, porque ele resolveu se transformar em um cachorro – a raça escolhida foi rough collie. Nos comentários do homem, este era um sonho antigo, finalmente realizado.

Toco é um artista plástico e já havia publicado imagens reproduzindo o comportamento dos cachorros: comendo e bebendo em tigelas, dormindo com o corpo enrolando, correndo sobre as quatro patas.

A fantasia apresentada, contudo, ultrapassou o limite da imaginação dos seguidores de Toco. A caracterização é ultrarrealista e ele realmente conseguiu se transformar em um collie – imenso, mas ainda assim um collie.

O artista não recorreu a cirurgias plásticas, nem realizou nenhuma intervenção física definitiva no corpo: a transformação acontece apenas com o uso da fantasia. Caracterizado como um collie, a sua raça canina favorita, ele diz conseguir vivenciar os sentimentos e emoções dos cachorros.

Ao que tudo indica, Toco leva uma vida normal e, na maior parte do tempo, ele se traja como um humano. A ideia de se fantasiar de cachorro parece ter sido apenas uma brincadeira levada muito a sério.

homem-gasta-um-dinheirao-para-se-fantasiar-de-cachorro

O artista plástico ainda não revelou algum possível motivo oculto nas performances virtuais na pele de um collie. Aparentemente, ele apenas gosta de cães e resolveu passar algumas horas como um deles.

A realização

O projeto – a fantasia de collie – foi totalmente concebido por Toco. Ele já havia se caracterizado parcialmente, usando luvas e toucas com aparência, formato e textura de patas e orelhas de cachorro.

Para se tornar um cachorro completo, no entanto, foi necessário recorrer a uma ajuda técnica. A fantasia por confeccionada no Zeppet Workshop. Trata-se de um estúdio de criação especializado em modelagens e caracterizações de diversas espécies animais. Além da roupa de collie, a empresa também produz outros trajes especiais e robôs com movimentos baseados na locomoção animal e em personagens alienígenas.

O Zeppet tem mais de dez anos de atuação no mercado e geralmente trabalha com filmes cinematográficos, anúncios comerciais, sites e parques temáticos. A empresa está sediada em Tóquio, a capital do Japão.

homem-gasta-um-dinheirao-para-se-fantasiar-de-cachorro

O traje de collie consumiu 40 dias de trabalho dos técnicos do Zeppet, do desenho inicial aos arremates. A fantasia apresenta detalhes muito reais de um collie. A pele usada na produção é sintética, semelhante à utilizada em enxertos.

As tonalidades da pelagem – Toco escolheu ser um rough collie branco e caramelo ajudam bastante a identificar rapidamente o cachorro. Os técnicos usaram fotos de cães em diversos ângulos, para criar um casaco que realmente lembrasse todos os detalhes. O pelo foi aplicado em tufos característicos da raça, o que ajudou a disfarçar as imensas diferenças anatômicas entre humanos e cachorros.

Toco, de qualquer forma, merece quase todo o mérito. Ele estudou os movimentos dos collies e, quando está vestido com a fantasia, se comporta como se fosse um deles. Caracterizado, ele sempre anda sobre as quatro patas, deita e rola no chão. Para sorte deste homem, o collie é um cachorro muito elegante – a nobreza é uma das características mais marcantes da raça.

As imagens viralizaram rapidamente e já correram o mundo. Toco está próximo de atingir 500 milhões de visualizações apenas nas suas postagens no Twitter, que foram compartilhadas centenas de milhares de vezes.

Boa parte dos internautas reage positivamente ao homem cachorro. Os elogios chegam de todas as partes do planeta. A performance de Toco realmente é irretocável: ele encarna um cachorro quando está com a fantasia.

Certamente, não deixaram de surgir comentários considerando o comportamento muito excêntrico e extravagante. Muitos internautas comentaram também que o dinheiro poderia ser mais bem empregado. Alguns chegaram a dizer que as performances são “um fetiche sem sentido”.

Postagens Relacionadas