Jovem adota cachorro com câncer para dar a ele um lar em seus últimos dias

Ele queria dar um lar para o cachorro, antes que dele morrer. Conheça a história deste jovem argentino e emocione-se!

Esta é a história de Luciano Karosas, um jovem de 21 anos que vive em Berazategui, um município (ou “partido”, como dizem os nossos irmãos portenhos) da Grande Buenos Aires, capital da Argentina. É também a história de um cachorro com câncer: o seu nome é Coco – ou melhor, Thanos, o nome escolhido para a última etapa de vida. Certamente, a melhor.

Luciano e Thanos (Foto: Instagram/Reprodução)

Antes de conhecer Luciano, Coco viveu com quatro famílias, que o rejeitaram por causa da doença. Os tumores provocados pelo câncer deformaram a cabeça do cachorro. Se já é difícil encontrar quem queira adotar um cão idoso, imagine quando este cão está desfigurado pela doença.

O encontro

Griselda, outra personagem desta história, está acostumada a resgatar animais que vivem nas ruas da capital argentina – ela faz isto há anos. Esta boa samaritana encontrou Coco mais uma vez depois do último abandono; Griselda encontrou as quatro famílias adotivas, mas teve a tristeza e desilusão de ver o cão devolvido quatro vezes.

Ela levou o animal para casa mais uma vez, ofereceu os cuidados de que ele necessitava e decidiu encontrar um novo tutor para Coco, custasse o que custasse; desta vez, um tutor definitivo.

Thanos (Foto: Instagram/Reprodução)

Era necessário encontrar alguém que quisesse dar todo o amor do mundo – ao menos, por alguns meses, ou mesmo poucos dias. Não era preciso ser especialista para verificar que Coco não conseguiria resistir por muito tempo ao câncer, cujas múltiplas metástases o desfiguravam.

Então, Luciano Karosas entrou na história. Foi amor à primeira vista, mas a primeira missão do jovem tutor era levar Coco – então rebatizado como Thanos – para uma avaliação veterinária. O prognóstico não foi nada otimista: disseram para o jovem que o cachorro com câncer teria pouco mais de um mês de vida. Talvez, 40 dias.

O melhor amigo do cachorro

Esta é a melhor definição para Luciano Karosas, que é músico e ator. O jovem decidiu que, se não tinha muito tempo para ficar com Coco, teria de transformar este curto período em um período de muito amor. Luciano afirma:

Tudo o que eu quero é mimá-lo, tentar dar-lhe muito amor e diminuir a dor que ele sente antes que ele se vá. Achei difícil adaptar-me à ideia do pouco tempo que nós vamos passar juntos.

Thanos continua vivendo com Luciano Karosas, que decidiu procurar um veterinário especializado em tratamentos com células-tronco (estruturas que podem se transformar em células para praticamente todas as áreas do corpo).

Na verdade, o jovem Luciano queria apenas algum fio de esperança. O especialista, contudo, foi categórico: o câncer está em estágio avançado e não há tratamento que possa reverter o quadro clínico, nem aumentar a expectativa de vida.

O tutor argentino afirmou, em entrevista para o jornal “El Clarín”, que saiu do consultório médico “com o coração partido”. Mesmo assim, manteve a decisão de adotar Thanos e dar-lhe os últimos dias de vida com dignidade e felicidade.

Talvez por isto, Thanos continua brincalhão e está muito feliz na companhia do tutor. Luciano publica fotos do cachorro nas redes sociais. A história de Thanos, aliás, ficou famosa na rede mundial. O cachorro, cujas fotos começaram a ser publicadas em abril de 2019, já é famoso no Twitter e no Instagram.

Há poucos dias, Luciano postou que quer viver os últimos dias de Thanos “com câncer, com tumores, com metástases, com o que for, porque o amor e a alegria deste cachorro me contagiam e emocionam”.

Há poucos dias, Luciano Karosas postou:

Thanos é o melhor cachorro que já tive na minha vida. Um feliz primeiro mês juntos, gordo do papai.

Não se sabe quanto tempo de vida resta para o cãozinho com câncer. Seja como for, ele parece mais forte e saudável. Talvez seja o amor. Talvez fosse isto que Thanos estava esperando antes de descansar: um amigo em quem confiar. Mesmo assim, Luciano afirma: “ainda há Thanos por um bom tempo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *