O Basenji é um cão cuja origem não é muito clara. O que se conhece da raça é que ela foi descoberta pelos egípcios na região do leste africano. Os egípcios consideravam os Basenjis cães sagrados, pois acreditavam que a raça acompanhava os mortos até o plano espiritual. Essa identificação com os egípcios fez o Basenji ser chamado de “Cão de Keops”, em homenagem ao faraó responsável pela construção da primeira pirâmide de Gizé.

Raça Basenji – Características da raça, fotos e vídeos

A raça só foi descoberta por outros povos em 1870, quando colonos ingleses chegaram ao Congo e se interessaram pelo fato de que esses cachorros eram ótimos cães de caça. Depois de várias tentativas que não deram certo devido a viroses, os ingleses conseguiram exportar exemplares da raça para a Inglaterra em 1937.

No Brasil, a raça ainda não é muito popular, mas as suas características peculiares chamam a atenção de quem conhece os Bansejis.

Características – Padrões da Raça Basenji

O Basenji apresenta uma pelagem curta e lisa, tanto bicolor (preto e branco ou avelã e branco) como tricolor (preto, avelã e branco). A cor branca deve estar sempre nas patas do animal, no peito e também na ponta do rabo. Há ainda alguns cães dessa raça que têm uma espécie de colar branco, além de uma listra branca na cara, mas nesses locais a tonalidade branca é opcional. Já no padrão americano, aceita-se a marcação tigrada.

Raça Basenji – Características da raça, fotos e vídeos

As orelhas são pontiagudas e eretas. A face apresenta rugas finas e profundas quando a orelha fica em estado de alerta. O rabo característico é enrolado com inserção alta.

O porte do Basenji é pequeno ou médio, mas isso não impede que ele seja um cão forte, com músculos resistentes e longos, o que proporciona uma grande agilidade. Além de conseguir atingir altas velocidades, o Basenji gasta o mínimo de energia e fôlego possível, em função da forma como eles se movimentam. Por conta disso, eles podem correr bastante e rapidamente, sem demonstrar cansaço.

A facilidade para correr garante o sucesso da raça em corridas de cães. Como os Basenjis possuem bastante energia, é recomendável que eles vivam em ambientes amplos, com muito espaço para exercícios regulares.

Temperamento da raça Basenji

A personalidade do Basenji é mais parecida com a de gatos do que cães, pois ele tem o hábito de lamber o corpo, além de não latir como as outras raças.

Raça Basenji – Características da raça, fotos e vídeos

Para ter um Basenji em casa, você deve ser rígido para que o temperamento forte do animal não crie problemas de concivência. Por isso, impor limites é fundamental para controlar a teimosia deles, característica associada à origem ligada à caça, o que fazia com que eles tomassem as decisões de forma independente.

Esses bichos não costumam gostar de dividir a atenção com outros cães e nem de ficar muito tempo sozinhos.

Dicas e cuidados com a raça Basenji

Mesmo sendo uma raça rústica e resistente, o Basenji desenvolve os seguintes problemas de saúde com certa facilidade: displasia coxo-femural, doenças hereditárias de visão e síndrome de Fancone, distúrbio que prejudica a capacidade renal. Portanto, leve o seu animal com bastante frequência a consultas com veterinários para saber se ele está saudável.

Raça Basenji – Características da raça, fotos e vídeos

Filhotes também devem ser levados a uma clínica para que eles tomem todas as vacinas necessárias.

Fotos da raça Basenji

Vídeos da raça Basenji


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui