Cachorro toca campainha para entrar em casa e surpreende seu tutor: “pensava que era fantasma”

Por: em

Ele vive no Mato Grosso e surpreendeu até o tutor ao tocar a campainha para entrar em casa. Veja o vídeo…

Um foxhound americano está viralizando nas redes depois que uma moradora de Alto Taquari (MT) depois que uma vizinha flagrou o cachorro tocando a campainha para entrar em casa. A jovem gravou as imagens e postou no Facebook e Instagram. 

Gravações de cães brincando, correndo, fazendo estripulias e aprontando com os tutores são comuns na internet, mas um cachorro tocando a campainha não é algo que se pode ver todos os dias. Por isso, o cachorro ficou famoso na idade e está ganhando notoriedade até mesmo em outros países. 

Cachorro toca campainha para entrar em casa e surpreende seu tutor
Família instalou câmeras de vigilância para ter certeza de que cachorro apertava campainha. Foto: reprodução

Faísca, o mistério do portão 

A gravação ajudou a família a solucionar um mistério: os tutores de Faísca – este é o nome do foxhound – não sabiam quem tocava a campainha insistentemente várias vezes por dia. “Pensei que fosse um fantasma”, afirmou Giglio Bernini ao portal G1. 

O tutor disse aos repórteres:

“Pensava que era um fantasma porque, do nada, a campainha começava a tocar e nunca tinha pessoas no portão. Também desconfiamos que poderiam ser crianças brincando ou alguém querendo roubar a casa”. 

A casa é equipada com câmeras de proteção, que registram o movimento na calçada em frente ao portão. Mas Faísca sempre ficava abaixo do alcance da gravadora. Por isso, a desconfiança sobre um possível fantasma brincalhão, que estaria assombrando a porta. 

Cachorro toca campainha para entrar em casa e surpreende seu tutor
Animal tem comportamento dócil, mas passou a ser mais receoso após ser resgatado pelos tutores. Foto: arquivo pessoal

Os tutores afirmaram que nunca pensaram ser possível um cachorro aprender a tocar a campainha. Ele nunca foi ensinado a fazer isso, mas provavelmente observou que, sempre que soava o toque, alguém aparecia no portão. 

As gravações ajudaram a família a comprovar que é o Faísca quem toda a campainha, sempre que volta das suas caminhadas pela vizinhança. Ele aciona o interruptor e fica à espera de que alguém abra a porta, para ele entrar. Em outras palavras, o cachorro sabe muito bem o que está fazendo. 

Os tutores gostam de ressaltar que o foxhound não tem acesso liberado à rua. Giglio destacou: “Ele fica solto no quintal, mas, quando alguém abre o portão, ele sai e volta só quando quer. É um cachorro muito esperto, muito engraçado”. 

O cão já ficou desaparecido de casa durante seis anos. Faísca tem seis anos e, quando era filhote, ele saiu e não voltou mais. A família suspeita que ele tenha sido roubado – e fugido, um tempo depois, da casa para onde o levaram. 

Ainda de acordo com os tutores, Faísca ficou mais receoso e reservado depois que foi roubado e recuperado. “Antes do roubo, ele ia com todo mundo, mas depois passou a ficar com mais receio das pessoas que não são da família. Agora, ele leva um tempo a mais para ganhar confiança”, completou Giglio. 

Um cachorro tocando a campainha é bem engraçado, mas fica o alerta: animais não devem sair sozinhos para passear: eles precisam da supervisão de um humano adulto. Além do risco de serem levados por outras pessoas, eles podem se envolver em brigas e acidentes. Fica a dica. 

Via: Diário do Nordeste