Eles são corajosos e muito inteligentes. Conseguem farejar e encontrar drogas com facilidade, pulam de lugares altos, entre outras tarefas. Como é feito o treinamento deles?

Você sabe como são treinados os cães que trabalham lado a lado com a polícia? Inteligentes e corajosos, eles surpreendem pela determinação, valentia e trabalham ao lado da Polícia para garantir a segurança e proteção de todos nós. Que tal saber um pouco mais sobre o treinamento deles? Então, não perca tempo e leia o artigo para conhecer!

caes-policiais

Tudo começa quando os cães ainda são filhotes e o treinamento inicia-se, em média, pelo quarto mês. Essa primeira fase, geralmente, dura dois meses e consiste em pequenas brincadeiras, para que o cão possa ir convivendo aos poucos com o policial e também conhece-lo. Nesta etapa, é iniciado o primeiro contato e também permite que o cachorro possa conhecer o policial por meio do cheiro, assim como, comunicar com ele.

Na próxima fase, que dura, aproximadamente, do sexto ao quinto mês, o cão começa a aprender alguns comandos básicos. Essa etapa é dividida em duas fases, sendo que na primeira o cachorro aprende comandos que tenham palavras menores e curtas como, por exemplo, senta. Assim, ele aprende alguns comandos. A segunda fase é a recompensa, em que o cachorro ganha brinquedos ou outros itens que ele gosta após ter aprendido um comando de forma correta.

Na fase mais avançada do treinamento, os cães aprendem a atacar uma pessoa e prendê-la com os dentes, até que receba a ordem do policial pedindo para soltá-la. Entre outras tarefas, os cães também aprendem a subir e descer escadas, pular de lugares que sejam mais altos, acostumar com barulho, entre outras tarefas do cotidiano.

Como os cães de polícia agem? Eles atuam de várias formas como, por exemplo, imobilizando uma pessoa que é suspeita, até que ela seja revistada pelo policial, por meio do faro os cães conseguem detectar e encontrar drogas que ficam escondidas nos mais diferentes lugares, além disso, também conseguem encontrar pessoas que estão desaparecidas, entre outros.

A raça mais comum treinada para as tarefas de polícia é a pastor alemão. Mas, além dela, outras são usadas como o rottweiller, que é muito usado quando tem rebeliões. Para encontrar drogas que ficam escondidas em aeroportos ou outros lugares o labrador também é usado, porque ele tem um olfato hipersensível, assim como, um instinto de caçador. Essa raça também consegue ter habilidade para reconhecer 25 tipos de odores diferentes, sendo que alguns deles não são reconhecidos por nós.

Gostou de saber um pouco mais sobre o treinamento de cães policiais? Fale aqui no blog!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui