Como cuidar de um cão idoso?

Por: em

Quando o seu melhor amigo chega aos 7 anos de idade, já pode começar a apresentar sintomas de velhice. Assim como nós, humanos, os cães também ficam mais cansados, rabugentos e impacientes, além de apresentar uma série de problemas de saúde que merecem atenção redobrada. A diferença entre nós e eles é basicamente o tempo: como a idade canina avança bem mais rápido do que a dos seres humanos, sendo que um cachorro vive em média até os 14 anos a chamada terceira idade dos cães é bem mais acelerada. Saiba aqui quais são os problemas mais comuns nessa fase e como cuidar de um cão idoso.

cão-idoso

Entre os principais sintomas da idade, o cão pode apresentar perda de dentes, artrite, problemas com excesso de peso, surdez, cegueira crônica, distúrbios do trato urinário, artrite e até mesmo pequenos tumores. Tudo isso é bastante comum, pode ser comparado aos sintomas que atingem pessoas com mais de 80 anos.

Se o seu cão está com mais de 7 anos, o avanço desses sintomas vai depender da condição de saúde dele, dos cuidados específicos que recebeu durante toda a sua vida, da comida selecionada, da disposição genética, tamanho, raça e gênero. Esse talvez seja o momento em que ele mais precisará de você, então tenha atenção com alguns cuidados básicos.

Entenda as mudanças na vida do seu cão

Como cuidar de um cão idoso?

Quanto mais avança a idade, o cachorro vai perdendo aquele pique todo de antigamente. Respeite seu ritmo e não force quando ele não quiser passear ou brincar. Certamente ele vai querer dormir mais tempo do que o habitual e não vai ter muita paciência para brincadeiras com crianças e outros filhotes.

Vale reforçar: não é a personalidade do cachorro que está mudando, mas sim sua disposição. Se ele sempre foi um cão dócil e brincalhão, ainda terá o mesmo temperamento, só que em um ritmo mais lento.

Respeite as limitações do cão idoso

Ao perceber que ele não responde mais ao seu chamado ou esbarra nas coisas o tempo todo, entenda que sua visão e audição não são mais as mesmas. Isso pode ocorrer lá pelo 13º ano de vida, dependendo da raça seu cão só apresentará perda dos sentidos em torno dos 15 anos.

Também é importante lembrar que um cão idoso não consegue subir e descer escadas com facilidade, evite ao máximo que ele precise encarar esses desafios diários.

Cuide da saúde do seu cão

Como cuidar de um cão idoso?

Fique atento aos sinais, alguns cães apresentam uma vitalidade ótima nessa fase e, por isso, suportam muito bem pequenas cirurgias de extração de cistos e outros problemas decorrentes da idade avançada. Não deixe de cuidar do seu cão: ao menor sinal de doença, leve-o a um veterinário de confiança e faça acompanhamentos periódicos.

No mercado existem diversas rações especiais para cachorros mais velhos, converse com o veterinário sobre isso e adote uma alimentação de boa qualidade para evitar problemas de infecção urinária, por exemplo.

Retribua todo amor e carinho

Não existem limites para um cão que recebe os cuidados adequados na velhice. Se ele tiver tudo isso que foi dito acima, certamente conseguirá resistir por muito tempo. Por isso é tão importante saber como cuidar de um cão idoso, pois é chegada a hora de retribuir tudo aquilo que ele deu durante a vida inteira aos seus donos: muito amor e carinho.