Pitbull red nose – Origem e curiosidades

Por

É o pitbull com focinho rosa ou fígado. Conheça as características do pitbull red nose.

Red nose (em inglês, “nariz vermelho”), é o termo usado pelos criadores para denominar os cães com narinas cor de fígado ou rosadas. A expressão surgiu entre criadores de pitbull, mas a coloração também está presente em outras raças, como pointer inglês, braco alemão e american bully.

Um autêntico red nose não tem o focinho despigmentado, mas com pigmentos avermelhados no focinho (trufa, lábios, etc.) e também nas mucosas nasais (ou em parte delas). No século 19, quando o pitbull foi criado, os black nose (“nariz preto”) eram predominantes entre os cães da raça.

Assim que se popularizaram os cães de focinho mais claro, nas primeiras décadas do século 20, o termo “red nose” foi adotado para designá-los. Ao mesmo tempo, surgiu a expressão “black nose”, para identificar os pitbulls “verdadeiros”.

A origem do pitbull red nose

Pitbulls são resultantes de cães levados das Ilhas Britânicas para os EUA na segunda metade do século 19. Eles descendem de cães de briga, como os antigos buldogues ingleses (raça já extinta) e os bull and terrier.

Na Inglaterra e na Escócia, em 1835, os chamados esportes sangrentos foram proibidos: eram lutas de cães com animais de maior porte, como ursos e touros. Em diversas cidades britânicas, no entanto, as lutas foram apenas substituídas por brigas entre cães.

Na época, era mais fácil ocultar os cães de briga e os ringues podiam ser organizados em qualquer lugar. Manter touros e ursos em ambiente urbano também era ilegal – além de muito chamativo. Em algumas décadas, no entanto, a repressão às lutas se tornou mais expressiva.

pitbull-red-nose-1

Muitos desses cães foram levados para a América, onde não havia legislação sobre os combates. Os pitbulls se desenvolveram especificamente para a luta: o termo “pit”, em inglês, significa fosso – era o local em que os animais se “apresentavam” para brigar com ursos, touros (bulls, em inglês) e entre eles mesmos.

Diversos campeões surgiram e se tornaram famosos. As brigas perderam apelo popular apenas na década de 1950, depois da Segunda Guerra Mundial. Os primeiros pitbulls red nose seriam descendentes de animais trazidos da Irlanda.

Os organizadores das lutas passaram a propagandear as pretensas qualidades bélicas dos seus cachorros. Alguns diziam que os ingleses black nose eram mais violentos, enquanto outros afirmavam que os irlandeses red nose eram mais resistentes e combativos.

De concreto, sabe-se que os primeiros pitbulls red nose, que também podem apresentar unhas vermelhas e olhos cor de âmbar, receberam o apoio do criador William J. Lightner, que selecionou cães da raça com essas características ainda nas décadas de 1920 e 1930.

Diferenças à parte

No entanto, a diferença entre pitbulls red nose e black nose é unicamente a pigmentação apresentada no focinho. Os aspectos anatômicos e comportamentais não se alteram entre os diferentes pitbulls.

pitbull-red-nose

Outra expressão foi cunhada para identificar os cães com focinho despigmentado (totalmente ou em parte): eles são os “dudley nose” e a maioria apresenta falta de pigmentos apenas na trufa. De acordo com os padrões oficiais do pitbull, nada impede o cruzamento entre cães nose, red ou dudley nose.

Nos países em que a raça é reconhecida, os filhotes podem receber o pedigree normalmente, mas os documentos identificam as características apresentadas no focinho. Em uma mesma ninhada, podem nascer cães com nariz preto, avermelhado ou despigmentado.

Apesar da alegada superioridade dos pitbulls red nose, todos os cães da raça são extremamente fortes e resistentes. Eles não possuem nenhuma característica genética que os predisponha à agressividade e violência: simplesmente foram condicionados a lutar e, sendo muito persistentes, eles faziam isso às vezes até a morte.

Nos anos 1960, um canil americano incluiu na sua propaganda a informação de que os pitbulls eram descendentes de uma linhagem chamada Old Family Red Nose, trazida diretamente da Irlanda, cujas características anatômicas principais eram a pelagem acastanhada e o focinho avermelhado.

Os primeiros cães, no entanto, foram trazidos em navios, sem qualquer documentação. Não é possível traçar a genealogia dos atuais pitbulls até os seus ancestrais europeus.

Além disso, nos primeiros anos, a raça não tinha registros oficiais e não se sabe exatamente quais cães contribuíram efetivamente para o desenvolvimento do pitbull. Alguns especialistas afirmam que ele é o mesmo antigo buldogue inglês, raça considerada extinta pela maioria das associações cinológicas do mundo.

A raça se desenvolveu nos EUA, talvez a partir do cruzamento com cães nativos. A ideia dos criadores era apenas ter animais violentos e fisicamente resistentes. Atualmente, tanto red nose quanto black nose são criados como cães de companhia.

O padrão oficial da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), baseado nas diretrizes de diversos clubes de criadores, afirma que o pitbull não deve ser empregado como cão de guarda, porque, apesar de agressivo com outros animais, ele é muito amigável com humanos, mesmo desconhecidos.

Cães apaixonantes

Todos os pitbulls são cães atléticos e extremamente resistentes. Dotados de uma dose de energia praticamente inesgotável, eles são excelentes companheiros para quem gosta de atividades físicas. Os cães da raça também costumam se dar muito bem com crianças.

O pitbull red nose, além do corpo musculoso e encorpado, também apresenta uma fisionomia irradiante, confiável. Os tons claros do focinho parecem tornar o animal mais confiável e afetuoso.

pitbull-red-nose-2

Embora mantenha “a fama de mau”, o pitbull é um cachorro leal, amoroso e sociável. Ele aceita a presença de qualquer visitante e, se este se dispuser a brincadeiras, ganha um fã incondicional. É importante lembrar que, red nose ou black nose, os pitbulls precisam de tutores firmes e de adestramento adequado desde que são filhotes.

Um pitbull red nose fez história ao demonstrar a inteligência e a capacidade de rastreio dos cães da raça. A história é um pouco triste, mas Dakota, um pitbull de três anos, foi essencial na busca dos destroços do ônibus espacial Columbia, que explodiu na reentrada na atmosfera terrestre, em 2003.

Um pitbull sempre apresenta temperamento forte, mas bastante afetuoso. Estes animais são rústicos e gozam de boa saúde, mas não podem ficar longas horas sozinhos, para não se entediarem e acabarem desenvolvendo comportamentos inadequados.

Todo cachorro é pidão, e os pitbulls não são diferentes. Os red nose têm ainda mais “armas” para convencer os tutores a darem um petisco: a face mais clara permite visualizar diversas expressões: para ganhar uma guloseima, eles fazem cara de tristes, desamparados, coitadinhos. É difícil resistir a tanto charme.

Preço filhote pitbull red nose

Um filhote de pitbull red nose custa em média entre R$ 600 e R$ 3.500. O preço varia bastante, em função das características dos pais e ancestrais: filhotes de cães da raça pitbull premiados são sempre mais caros.