Os animais adoram correr e brincar em gramas, mas é preciso ter cuidado porque algumas espécies podem ser tóxicas para eles. Conheça algumas delas!

Todo mundo que tem cachorro sabe o quanto eles amam deita, rolar e brincar em gramados. Ou tem alguns que adoram chegar perto das flores. Mas, se você tem um jardim grande em casa ou cria flores, saiba que existem alguns tipos de plantas tóxica que significam riscos para seu cão, por isso, precisa ter muito cuidado.

Plantas tóxicas que significam riscos para os cães

Os animais adoram comer gramas, e existem algumas teorias que podem explicar o porquê deste fato: a grama atua no organismo como uma erva medicinal e eles se alimentam da planta quando estão sentindo alguma dor no estômago, para que depois eles possam vomitar. Mas, os gatos têm o hábito de comer as gramas com a finalidade de ajudar na “limpeza” do acúmulo de bolas de pelos e que depois eles podem vomitar se sentir vontade. Assim, as plantas contribuem para o bem estar dos animais, porém, os donos devem ficar atentos porque dependendo da localização da grama, por exemplo, podem transmitir algumas verminoses ou até mesmo os animais podem se alimentar de alguma de algumas ervas daninhas ou plantas mais tóxicas, e pode ser fatal para ele.

No mercado, por exemplo, já existem gramas industrializadas que são compostas de sementes de aveia, azevém e milheto. Essas gramas são específicas para os animais comerem tranquilamente e sem correr algum risco. Elas vêm em um pote e basta colocar um pouco de água para que cresça.

Algumas plantas que podem ser tóxicas para o seu melhor amigo:

Alamanda ( Allamanda Cathartica)- a parte tóxica para os animais são as sementes.

Antúrio ( Anthurium sp)- folha, caule e látex são as partes tóxicas

Arruda ( Ruta Graveolens)- A planta é toda tóxica

Copo de Leite

Espada de São Jorge

Mamona: pode provocar diversos sintomas como náuseas, vômitos, cólicas abdominais e diarreia. Mas, também, em casos graves pode ocasionar convulsões, cólicas e óbito.

Espirradeira: pode ocasionar dor e queimação na boca, salivação, náuseas, cólicas abdominais, entre outros sintomas.

Olho de Cabra: Náuseas, vômitos intensos e diarreia. Os distúrbios gastrintestinais podem levar o animal a sentir muitas desidratações sérias e ainda levar à convulsão, choque e até óbito.

Portanto, tome cuidado com o seu animal quando ele for brincar em algum parque ou praça e esteja sempre atento, sobretudo se o cachorro for filhote, porque eles têm a mania de comer tudo o que encontram pela frente. Se notar que o seu cão está sentindo alguma coisa estranha, leve-o para o veterinário imediatamente.


1 COMENTÁRIO

  1. gostei muito dessas orientações, mas é importante que falem sobre os adubos e vertilisantes utilizados em diversos tipos de plantas, como por exemplo, nas orquídeas e muitas outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui