Mamãe cão abandonada no deserto é resgatada com seus seis filhotes

Ela foi abandonada, mas fez de tudo para defender os seis filhotes nascidos no deserto.

A Hope For Paws, um grupo de resgate, acolhimento e adoção de cachorros e gatos, divulgou um salvamento emocionante, ocorrido nos arredores de Los Angeles, na Califórnia (costa oeste dos EUA). É o caso de uma cachorra abandonada grávida, que deu à luz em pleno deserto e fez de tudo para defender os filhotes.

É possível que a cachorra tenha sido abandonada quando os tutores irresponsáveis descobriram que ela estava grávida. A irresponsabilidade é dupla: por não terem esterilizado o animal, já que não queriam filhotes, e por não terem isolado a cachorra durante o cio.

cachorra-gravida-abandonada-e-resgatada-com-seis-filhotes

O resgate

Voluntários da Hope For Paws baseados em Los Angeles receberam informações de que uma cachorra havia sido avistada nos arredores da cidade. Não era possível saber se o animal estava perdido ou se tinha sido abandonado.

Algumas testemunhas informaram que a cachorra tinha sinais evidentes de gestação avançada. Os socorristas juntaram os equipamentos e saíram do abrigo, em missão e localização, resgate e, talvez, o salvamento de alguns filhotes.

cachorra-gravida-abandonada-e-resgatada-com-seis-filhotes

A cachorra foi localizada bem distante de Los Angeles, próximo a uma estrada de rodagem. Alguns moradores locais estavam providenciando água e comida e a própria cadela tinha organizado um refúgio junto a um arbusto.

Ela estava em uma zona rural próxima a Thousand Palms, distante mais de 180 km de Los Angeles. Os dez quilômetros quadrados desta região da Califórnia são extremamente áridos, sem nenhum curso d’água perene.

A equipe da Hope For Paws constatou que a cachorra tinha o básico: alimento, água e uma sombra para se abrigar do calor forte do deserto da Califórnia. Mesmo assim, o animal estava correndo riscos sérios, em função do tráfego intenso de carros e caminhões na Desert Moon Drive.

cachorra-gravida-abandonada-e-resgatada-com-seis-filhotes

Eldad Hagar, fundador da ONG, estava coordenando os trabalhos de busca. Ficou evidente que a cachorra tinha acabado de dar à luz. A peluda ainda exibia os sinais clássicos de cansaço e desconforto, mas estava lutando pela sobrevivência dos filhotes.

A cachorra, batizada de Moon (“Lua”, em português, uma referência à estrada em que foi encontrada), estava realmente exausta. Os vizinhos que acionaram o socorro tentaram se aproximar, mas o animal estava arisco.

Felizmente, a equipe da Hope for Paws chegou a tempo de ajudar na conclusão do trabalho de parto. Seis filhotes já tinham nascido, mas a cachorra ainda não tinha expelido a placenta. Mesmo assim, ela já estava amamentando os cãezinhos.

cachorra-gravida-abandonada-e-resgatada-com-seis-filhotes

De alguma forma, Moon conseguiu compreender que os voluntários estavam ali para ajudar. Ela mesma conduziu a equipe da Hope For Paws até o ninho e deixou que a limpassem e a ajudassem na conclusão do parto.

A família canina foi levada para Los Angeles, onde chegou no início da noite, quando uma Lua Cheia começava a se mostrar no céu. Apesar da longa viagem – o retorno consumiu três horas, porque o carro teve de seguir em marcha reduzida), a cachorra e os filhotes não apresentaram sinais de problemas.

A equipe de veterinários avaliou as condições de Moon e dos cãezinhos. Todos estavam bem de saúde, graças aos vizinhos de Thousand Palms e à ação rápida dos socorristas. A mãe poderia ter contraído infecções e toda a família corria sérios riscos de insolação e desidratação: um parto ao ar livre no deserto não é uma situação confortável.

Os médicos diagnosticaram que Moon tinha entrópio, uma condição, que pode ser congênita ou causada por trauma, em que a pálpebra se dobra para dentro, causando irritação no olho afetado e podendo levar à cegueira, se não for tratada adequadamente. O entrópio é também a porta de entrada para diversas infecções ópticas.

cachorra-gravida-abandonada-e-resgatada-com-seis-filhotes

Nenhum dos filhotes revelou problemas nos olhos. Os cãezinhos receberam nomes relacionados ao céu, para combinar com o da mãe. Eles foram chamados de Andrômeda, Cometa, Cripto (o único macho da ninhada), Lince, Nebulosa e Supernova.

A família foi acolhida no abrigo da Hope For Paws, na sede da entidade. A cachorra recebeu um bom banho, foi alimentada e voltou a se reunir com os filhotes, que já estavam famintos mais uma vez.

Os cãezinhos permanecerão com a mãe até o desmame, quando serão colocados para adoção. Moon também tem a chance de encontrar um lar definitivo, mas ela precisará antes ser esterilizada e completar o tratamento contra o entrópio, que felizmente foi identificado precocemente e não traz riscos à visão da cachorra.

A lealdade e a coragem que Moon demonstrou, protegendo, aquecendo e alimentando os filhotes em condições tão precárias, certamente fará diferença no momento da adoção. A história da família foi postada no site e nas páginas sociais do abrigo e muitas pessoas já mostraram interesse em acolher os cachorros.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas