18 raças de cães mais dóceis e amigáveis

Eles nasceram para dar e receber carinho. Conheça as raças de cães mais dóceis que existem.

Todos os cachorros são amorosos e amigáveis, mas algumas raças caninas se desenvolveram para partilhar muito afeto e carinho com os tutores, amigos e até estranhos. Os cães apresentados a seguir – são 16 raças, para satisfazer todos os desejos – gostam de carinho, cafuné e muita proximidade com os humanos.

É preciso dizer: cada caso é um caso. Sempre é possível encontrar um beagle desinteressado, um buldogue inglês hiperativo ou um akita simpático. As raças a seguir, no entanto, foram criadas para colo e companhia (algumas são classificadas como “toy”). São os parceiros ideais para quem quer ter um “chicletinho” em casa.

01. Beagle

raças de cães mais dóceis e amigáveis
CREDITOS: MARIA SBYTOVA / SHUTTERSTOCK

A raça foi selecionada para a caça (especialmente para perseguir texugos e raposas). Mas o beagle não é um cachorro silencioso: ele costuma farejar por muito tempo e, quando encontra alguma coisa interessante, faz um estardalhaço, correndo, latindo e fazendo muita festa.

O beagle também é considerado teimoso: quando não está em atividade, ele gosta de fazer o que lhe der na telha. Mas isto pode ser corrigido com o adestramento básico. Outra característica é que os cães da raça têm energia para dar e vender, mas, por causa do porte médio, não exigem muito esforço físico por parte dos tutores.

02. Boston terrier

raças de cães mais dóceis e amigáveis
CREDITOS: TEREZA JANCIKOVA / GETTY

Muitas vezes confundido com o buldogue francês, o boston terrier já foi um cão rateiro: a raça foi desenvolvida para caçar roedores nas fábricas americanas. Nos EUA, aliás, ele também é conhecido como “american gentleman”. Em alguns cães, a pelagem lembra um traje a rigor – e os cães da raça são sempre muito elegantes.

Extremamente manso e dócil, ele adora a companhia da família, apesar de quase sempre adotar um humano “para chamar de seu”. O boston terrier também parece ter doses ilimitadas de energia, é muito inteligente e fácil de adestrar.

03. Buldogue francês

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Compacto, robusto e dotado de grandes orelhas, o buldogue francês mantém uma aparência frágil e desprotegida que encanta muitos tutores. Muito fofos e carinhosos, os cães da raça são leais e adoram a companhia de crianças.

Apesar de descender do buldogue inglês, o primo francês nunca participou de lutas e duelos. Ele já teve seus dias de caçador de ratos, mas os ancestrais da raça, logo que chegaram à França, foram adotados como cães de colo e companhia. Uma curiosidade: um buldogue francês nunca aprende a nadar. Ele é considerado o mais frágil entre os braquicefálicos (de focinho achatado).

04. Cavalier king charles spaniel

raças de cães mais dóceis e amigáveis
CREDITOS: GRISHA BRUEV / SHUTTERSTOCK

Ele sempre chama a atenção de todos, por causa da beleza e da fofura. As longas orelhas conferem um ar desprotegido e um tanto melancólico ao cavalier king charles spaniel, mas ele é um cachorro ativo, adora brincar e estabelece relações pessoais com cada membro da família, apesar de não gostar muito da presença de estranhos.

Entre as funções específicas dos cães da raça, uma é bastante original: eles já foram usados para aquecer os pés dos tutores nos frios invernos ingleses. O cavalier king charles continua devotado, leal e facilmente adaptável ao estilo de vida dos tutores.

05. Corgi galês

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Esta é uma raça bem antiga: acredita-se que o corgi galês tenha sido levado para o País de Gales, por grupos normandos, no final do século 11. A raça era a preferida da rainha britânica Elizabeth II. O corgi galês adora a família, inclusive as crianças, gatos e outros cães.

São duas variedades: pembroke e cardigan. A principal diferença está na cauda, mais longa e densa no cardigan. Baixinho, devotado e um pouco independente, este cão pode ser adotado por famílias numerosas e também por pessoas solteiras, porque ele consegue se entreter sozinho por várias horas.

06. Dachshund

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Ele cativa qualquer pessoa com o porte pequeno, o corpo alongado e esbelto. O dachshund também já foi caçador e, esguio e comprido, conseguia se enfiar nas tocas de texugos e outras presas. Um pouco independente e muito ciumento, este cão não requer atenção 24 horas por dia, mas sempre precisa de carinho e agrados.

Há duas variedades: de pelo longo e curto (este último, mais comum no Brasil). O dachshund é extremamente fiel à família, mas pode não ser muito educado com estranhos. Apesar do porte, este baixinho, também conhecido com teckel, é um verdadeiro cão de guarda.

07. Dálmata

raças de cães mais dóceis e amigáveis

A raça foi desenvolvida na costa da Croácia (a Dalmácia) e, apesar do porte grande, o dálmata nunca exerceu funções de guarda ou caça: há 200 anos, ele era um “cão de carruagem”, ou seja, um animal bonito e atraente que acompanhava os troles e carroças, anunciando a passagem dos tutores.

As pintas do dálmata (que demoram algumas semanas para surgir) são como impressões digitais: cada cachorro possui um padrão diferente. Os cães da raça são ativos, divertidos e sempre prontos para as brincadeiras. Eles não gostam muito do frio, mas, fora isso, topam qualquer parada.

08. Golden retriever

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Ele é um retriever (faz a recuperação de presas abatidas na água), mas exerceu as funções durante muito pouco tempo. Há mais de cem anos, o golden retriever é adotado para companhia, o que tornou os cães da raça muito dóceis, apegados e carinhosos.

O golden não gosta de ficar sozinho. É muito fácil socializá-lo e ele gosta da presença da família, de outros pets e até de estranhos. A raça ocupa a quarta posição no ranking de inteligência dos cães, possui excelente memória e precisa de muitas atividades físicas diárias. É um parceiro para todas as brincadeiras e também para apenas ficar ao lado dos tutores, curtindo a vida.

09. Havanês

raças de cães mais dóceis e amigáveis
CREDITOS: ALEX / ADOBE STOCK

O bichon havanês é muito inteligente, fácil de adestrar e uma excelente opção para casas com crianças e outros pets. Muito ágil e pequeno (os cães da raça não ultrapassam 27 cm de altura), ele está sempre à procura de novidades e aventuras.

Estes cãezinhos são muito observadores – muitas vezes, eles dão a impressão de que conseguem aprender sozinhos. São também muito apegados e não gostam de ficar sozinhos por muito tempo. Antes da proibição, eles eram os favoritos nas apresentações circenses. O havanês chegou ao Brasil em 1997 e é ideal para apartamentos.

10. Lhasa apso

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Não se engane com o porte pequeno: o lhasa apso é um excelente cão de guarda, sempre atento a tudo que ocorre à sua volta. Ele também pode ser um pouco teimoso, mas é considerado um amuleto de sorte no Tibete, onde a raça se desenvolveu.

A pelagem longa requer escovações e tosas, especialmente no clima tropical. Amável, companheiro e muito amigo das crianças, o lhasa apso já é a quinta raça canina mais adotada no Brasil. Ele não gosta de aprender truques muito complexos e a independência também impede o adestramento mais sofisticado, mas faz sucesso em qualquer lugar.

11. Maltês

raças de cães mais dóceis e amigáveis

É uma das raças mais antigas do mundo – os ancestrais foram levados, há 28 séculos, por marinheiros fenícios para a ilha de Malta, onde o maltês se desenvolveu de forma isolada. Totalmente branco e muito pequeno, inicialmente foi criado para vigiar canteiros e hortas, mas rapidamente conquistou a atenção das cortes europeias.

O maltês é extremamente simpático. Ele atraiu a confiança até mesmo do filósofo grego Aristóteles, que descreveu estes animais em uma de suas obras. Extremamente leal e muito amoroso, está sempre pronto para lambeijos e para saltar no colo dos tutores. Ele prefere ser filho único, porque é bastante ciumento.

12. Old english sheepdog

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Um grandalhão no meio dos fofinhos. O velho cão pastor inglês já defendeu rebanhos de ovelhas dos ataques de ursos e lobos, mas está aposentado destas funções há muito tempo: ele prefere ser um cão de companhia. É muito fiel e divertido, apesar de também gostar de alguns momentos de isolamento.

A pelagem do sheepdog é densa, grossa e longa, o que requer cuidados constantes, como banhos frequentes e escovações pelo menos duas vezes por semana. Os cães da raça, no entanto, encaram esta atenção como mais uma forma de carinho. Ele é bem-humorado, gosta de atividades moderadas e é territorialista. Inclusive em função do porte, o ideal é deixar os estranhos a alguma distância.

13. Papillon

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Originário da França, ele recebeu o nome em função das orelhas sempre eretas, pontudas e grandes para o porte (papillon significa borboleta em francês). A pelagem longa e farta, especialmente na cauda, é uma das características mais atraentes desta raça. Pequeno e dócil, ele também é agitado e muito curioso.

O papillon pode conviver com adultos, crianças e outros pets. Ele estabelece relações exclusivas com cada membro da família, selecionando atividades e brincadeiras. É uma raça toy, desenvolvida exclusivamente para companhia. Mesmo assim, os cães da raça são exímios caçadores e podem “presentear” os tutores com baratas e outros insetos.

14. Poodle

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Exemplo de elegância e charme, o poodle pode ser encontrado em muitas variedades: anão (ou miniatura), toy, standard e gigante. Enquanto os toys não ultrapassam 28 cm de altura, os grandões chegam a 65 cm. Há opções para todas as famílias e residências.

O poodle já foi um cão de trabalho, cuja função principal era mergulhar em lagoas frias para resgatar aves abatidas pelos tutores. A tosa clássica foi concebida para manter o aquecimento na cabeça, peito e articulações. Extremamente inteligente (é o segundo no ranking), aprende com rapidez e acata as normas da casa com tranquilidade.

15. Pug

raças de cães mais dóceis e amigáveis

De focinho achatado, pernas curtas, rabinho enrolado e sem muita resistência física, o pug adora ficar no colo ou brincar na cama e no sofá. A raça, no entanto, é uma das mais antigas, com ossadas encontradas na China datadas em 1700 AEC.

O pug é um cãozinho teimoso, cheio de manias, mas quase sempre isso apenas o torna ainda mais adorável. O pelo curto não dá trabalho, mas as dobrinhas da pele requerem certa atenção. Além de adorar colo, ele gosta de brincadeiras de perseguição, esconde-esconde, etc. O fôlego curto, no entanto, reduz consideravelmente o tempo das atividades.

16. Retriever do labrador

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Os grandes também amam. Esta raça canadense, que já trabalhou em embarcações nas mais diversas atividades, reúne excelentes companheiros. O retriever do labrador é elegante e refinado, mas também gosta de fazer bagunça e está sempre explorando o ambiente.

Bastante inteligente, ele é indicado para famílias com crianças. Os cães da raça também são muito requisitados como guias, terapeutas e acompanhantes em asilos, orfanatos e hospitais. Extremamente sociável, o retriever do labrador não serve para ser cão de guarda, porque recebe com gentileza e muito carinho tanto as pessoas de casa, quanto os estranhos.

17. Shih tzu

raças de cães mais dóceis e amigáveis

A raça resulta do cruzamento entre pequineses e lhasa apsos. Inteligente, companheiro, leal e sempre disposto, o shih tzu também é um pouco teimoso e sensível. Estes cães não são agitados e preferem brincadeiras tranquilas – ou o colo dos tutores.

Shih tzu significa “cão leão” em chinês. O nome surgiu baseado na lenda de que Sidarta Gautama, o Buda, teria circulado o mundo montado em um leão. Os cães da raça eram presença certa nas antigas cortes reais da China. Um dos preferidos dos brasileiros, o shih tzu precisa de atenção e muito cuidado: em troca, ele oferece devoção sem limites.

18. Yorkshire terrier

raças de cães mais dóceis e amigáveis

Este pequeno notável é extremamente ágil e está sempre procurando alguma coisa diferente para fazer. Apesar do pequeno porte, a raça foi desenvolvida especificamente para se aventurar em galerias das minas de carvão inglesas, em busca de roedores: os gatos da região não se dispunham a sujar o pelo e encarar as dificuldades da tarefa.

O yorkie se mantém até hoje extremamente ativo e adora correr, pular e superar obstáculos – que, naturalmente, precisam ser adequados ao tamanho dos cachorros. Ele também gosta de colo, mas, na maior parte do tempo, prefere farejar e explorar.

Alguns cuidados importantes

Lembre-se: estes cães são adoráveis, muito mansos e adoram a companhia de humanos. Alguns exigem mais atividades físicas, outros dão mais trabalho para manter a aparência, mas, em comum, todos eles são muito apegados aos tutores e precisam de um pouco mais de dedicação.

Antes de decidir pela adoção, é importante verificar a disponibilidade emocional. Tutores mais atléticos podem se encantar com os cães do tipo bull, como o pitbull e o bully americano, enquanto os mais ocupados certamente se darão muito bem com cães mais independentes, como o akita, o shiba e o buldogue inglês.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas