Cachorra corajosa salva patos de ataque de jacaré

Por: em

Uma cachorra está se recuperando depois de salvar os amigos patos de um ataque de jacaré

O jacaré-americano, também conhecido como aligátor-americano, é o principal predador da Flórida (sudeste dos EUA), apesar de a caça indiscriminada continuar representando riscos para a espécie. Mas este jacaré não teve sorte: ao atacar um bando de patos, ele foi surpreendido pela reação de uma cachorra, que salvou os amigos da morte certa. 

Seguir Cães Online no Facebook

A cachorra adora patos, de acordo com a tutora Misti Roberts, que vive em Panama City Beach, no golfo do México. A tutora, no entanto, diz que em geral o relacionamento é unilateral – as aves costumam fugir da peluda. 

Beauty e os patos 

Beauty (“beleza”, em português) é uma cadela da raça retriever do Labrador. Ela vive em uma fazenda às margens do lago Powell, na Flórida, e tem o costume de adotar os patinhos recém-nascidos, que são criados dentro de casa, até que cresçam e possam encarar os desafios do mundo. 

O lago Powell é o maior lago de dunas costeiras da América do Norte, cobrindo uma extensão de mais de 320 hectares. O lago possui ligação com o golfo do México (o “emissário”) e, por isso, reúne muitas espécies de água doce e salgada. 

As aves não são muito próximas de Beauty. As brincadeiras da cachorra são muito espalhafatosas e um pouco estabanadas para a elegância e fragilidade delas. Além disso, patos são mal-humorados: quem já leu o Pato Donald sabe disso. 

Cachorra corajosa salva patos de ataque de jacaré
CRÉDITOS: MISTI ROBERTS

A cachorra aparentemente se sente responsável pelas aves. Quando os patos de estimação se dirigem ao lago para os mergulhos, Beauty acompanha o grupo pacientemente e fica à beira d’água por todo o tempo em que os patos se divertem. Em outra oportunidade, a retriever do Labrador resgatou algumas aves que ficaram presas em um arbusto na margem. 

O ataque 

Esta relação tumultuosa não impediu que Beauty salvasse três patos do ataque de um jacaré-americano, que estava rondando a propriedade em busca da próxima refeição. A retriever do Labrador se colocou entre as aves e o réptil, para defendê-las. 

Um jacaré-americano macho (que vive apenas no sudeste dos EUA, ao contrário do crocodilo-americano, que se distribui por todo o sul do país e pela América Central) pode atingir até três metros de comprimento e pesar 430 kg. 

Apesar de não ser um animal extremamente agressivo – ele prefere caçar peixes nos lagos e rios ou alimentar-se de animais mortos – um jacaré-americano faminto pode procurar presas grandes ativamente: eles chegam a arrastar veados adultos para a água. Os patos, no entanto, fazem parte do cardápio da espécie. 

Mas Beauty não estava disposta a sacrificar os amigos. Quando viu o perigo iminente, a cachorra de oito anos (já é um animal sênior) se posicionou entre o predador e os patos, aparando os golpes. Graças à retriever do Labrador, Cress e Dot (o mais novo) conseguiram sobreviver ao ataque. Downey, o terceiro pato, nunca mais foi visto. 

Naturalmente, o jacaré atacou a cachorra. Os répteis da espécie costumam desequilibrar as presas desferindo golpes com a cauda, antes de aplicar uma das mordidas mais potentes do Reino Animal: a pressão da dentada pode atingir até 540 kg por centímetro quadrado. 

A tutora ouviu um barulho estranho vindo do lago. Os patos grasnavam e Beauty latia desesperadamente, de forma estranha. Misti correu para o lago e a primeira coisa que viu foi o jacaré, seguindo em direção às aves. 

Misti pegou os dois patos sobreviventes e voltou rapidamente para casa. Só então a tutora percebeu que Beauty não conseguia subir os degraus da varanda. Ela também estava sangrando e emitindo sinais de dor intensa. 

Imediatamente, Misti e as três filhas adolescentes foram procurar socorro médico. Beauty foi colocada na van da família e levada para o consultório do veterinário Gerrie Barr. A cachorra estava em choque, com vários ferimentos espalhados pelo corpo e um corte profundo na perna. 

O veterinário chegou a ficar surpreso que a retriever do Labrador tivesse conseguido sobreviver ao ataque do jacaré. Felizmente, a heroína do dia está se recuperando. Ela precisou de várias suturas e de uma cirurgia na perna fraturada, onde foi necessário implantar um pino metálico. 

Beauty é uma vencedora. Ela insiste em se manter em pé sobre os três membros funcionais, contrariando as recomendações do veterinário, que queria mantê-la em repouso. A cachorra está em observação desde o dia do acidente, 13.09.21, porque as perfurações causadas pelas mordidas podem se infeccionar. 

O estado geral de Beauty é bastante satisfatório; em breve, ela deverá voltar para casa e reunir-se com os amigos patos – espera-se que eles deem uma recepção mais calorosa, depois de tudo que a cadela passou. 

A tutora acionou a Comissão para Conservação da Vida Selvagem da Flórida, que está tentando monitorar o jacaré do lago Powell. De acordo com Misti, é o segundo réptil da espécie que ela consegue avistar no local. 

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News