A prevenção é a melhor forma para evitar qualquer tipo de acidente. Entretanto, muitas vezes, os cães podem passar por alguma situação que requer cuidados imediatos. Veja algumas dicas!

Os filhotes são curiosos, adoram brincar e esbanjar muita alegria, mas, muitas vezes, eles podem se envolver em acidentes sérios, por isso, é fundamental que o dono tenha uma noção de primeiros socorros, para auxiliar o cão em pequenos acidentes. A prevenção é sempre a melhor maneira de proteger o seu amigo, assim certifique-se que as áreas de casa são seguras e não ofereçam risco e, além disso, mantenha ele longe de brinquedos com pontas, objetos afiados, entre outros itens que podem causar algum tipo de dano ao animal.

Dicas de primeiros socorros para os cães filhotes

Faça uma pequena maleta contendo os seguintes itens:

– Um termômetro retal e lubrificante
– Esparadrapo e gaze para curativo
– Medicamentos contra queimadura, que devem ser indicados pelo veterinário do cão.
– Água boricada para lavagens oculares

Se ocorrer algum tipo de acidente mais sério o cão, os principais cuidados são:

Chame imediatamente o veterinário

Não movimente o filhote. Entretanto, se for, realmente, necessário não o transporte usando os seus baços, pegue um cobertor para que possa ser usado como maca.

Tente estancar a hemorragia

Mantenha o cão aquecido e o mais quieto possível

Hemorragia externa: coloque compressas ou ataduras no ferimento e chame o veterinário com urgência.

Envenenamento: leve o cão imediatamente para o hospital ou chame o veterinário. Os principais sintomas são: dor, vômito, tremor, salivação intensa e algumas vezes podem ocorrer até convulsões.

Queimaduras: coloque o remédio que deve ser prescrito pelo veterinário.

Choque: ele pode ser ocasionado por algum tipo de lesão ou trauma, e necessita ação imediata. Inicialmente, cubra o cão usando um cobertor e use também uma bolsa de água quente. Tenha a certeza de que a cabeça está mais baixa que o corpo e passe um frasco de amoníaco aberto próximo às narinas. Chame o veterinário depressa. Os principais sintomas relacionados ao choque são: olhos vítreos, corpo frio, pulso fraco e respiração muito superficial.

Picadas de inseto: pode ser usado uma compressa com bicabornato de sódio. Porém, se o cão apresentar algum tipo de reação alérgica à picada ou entrar em estado de choque, o veterinário deve ser chamado com urgência.

Prostração de calor: uma situação que ocorre por descuido do dono, em dias muito quentes. Os sintomas relacionados são: dificuldades em respirar, fraqueza até a inconsciência. Assim, para essa situação é recomendado molhar o cão com uma esponja umedecida em água fria em um lugar que tenha sombra. Chame o veterinário, imediatamente. Em dias muito quentes, certifique-se que o seu amigo tem um lugar com sombra para se proteger e nunca deixe-o preso no carro com os vidros fechados.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui