O cachorro mais feio do mundo

Conheça Mr. Happy Face: oficialmente, ele é o cachorro mais feio do mundo.

Em junho de 2022, um evento tradicional nos EUA voltou a ser realizado de forma presencial, depois de dois anos de interrupção por causa da pandemia de Covid-19. Trata-se do concurso para eleger o “cachorro mais feio do mundo”

O detentor atual do título é Mr. Happy Face (“Sr. Cara Feliz”, em tradução livre). Ele é um mestiço de cão de crista chinês e chihuahua, adotado há menos de um ano por Janeda Benally, compositora e música de heavy metal que vive na Califórnia (EUA). O concurso aconteceu em Petaluna, cidade 60 km ao norte de San Francisco.

O cachorro mais feio do mundo

Os finalistas

O evento é realizado regularmente pela Sonoma-Marin Fairgrounds Event Center, uma produtora especializada em promoções no mercado agropecuário e de pets. O concurso do cachorro mais feio do mundo é uma verdadeira tradição americana e estava sendo muito aguardado, depois de ter sido suspenso em 2020 e 2021.

O concurso teve outros fortes candidatos. O segundo lugar foi conferido a Wild Thang (algo como “coisa selvagem”), um sobrevivente com muitas sequelas da cinomose em sua terceira participação no “cachorro mais feio do mundo”.

Wild Thang é um pequinês, mas um dos jurados do concurso comentou que o cachorrinho o fez lembrar-se de algumas espécies criadas para o episódio “The Trouble with Tribbles” do seriado de ficção científica “Star Trek”. Os tribbles eram pequenos seres peludos e muito feios.

A terceira colocação coube a Monkey (“macaco”), um griffon de Bruxelas azul de 12 anos também resgatado em um abrigo, que, segundo os tutores, “gosta de tudo, menos da hora do banho”.

O cachorro mais feio do mundo

O concurso também premiou Morita com o “Spirit Award” (“a alma do evento”). Ele se parece mais com um mandril, mas exibe pelos finos, longos e sedosos, parecidos com os de um afghan hound. Morita foi encontrado abandonado nas ruas do México, país que faz divisa com a Califórnia.

Liberace, mais uma mestiça de chihuahua com olhos exageradamente esbugalhados, não pôde viajar para Petaluna, por motivos de saúde. Ela foi usada durante oito anos em acasalamentos abusivos. A cachorrinha recebeu a aclamação popular (o “peoples choice”) através de votação na internet.

A história do “Cara Feliz”

Mr. Happy Face já é um senhor bastante idoso: ele tem 17 anos. O cachorro mais feio do mundo foi abrigado em um canil no Arizona, Estado vizinho à Califórnia. Ele viveu muitos anos na companhia de um acumulador compulsivo, sempre no meio do lixo e do entulho.

Janeda comentou com os repórteres que cobriram o evento que o título obtido por Mr. Happy Face “é uma honra”. E acrescentou:

“Acredito que esta alma humilde também está sendo um exemplo. De uma maneira bastante sutil, est cachorro está fazendo os humanos perceberem que mesmo os cães velhos e feios precisam de amor e de uma família.”

O cachorro mais feio do mundo

Janeda havia encontrado um cachorro no site do abrigo e resolveu visitá-lo. Ao chegar ao canil, no entanto, ela foi informada que o animal já havia sido adotado. A cantora pediu para ver os cães com dificuldades para encontrarem uma família: os idosos e doentes crônicos.

Foi assim que a tutora foi apresentada a Mr. Happy Face. A equipe do abrigo afirmou que o cachorro provavelmente descende de vários cruzamentos consanguíneos, que acabaram fixando algumas características indesejadas tanto dos chihuahuas, quanto dos cães de crista chineses.

Mr. Happy Face é quase totalmente calvo, com excesso do topete (uma característica do cão de crista) que, no seu caso, é muito exagerado, assim como a língua, grande demais para caber na boca. Para completar o conjunto, o cachorro tem a cabeça assimétrica e torta.

De acordo com o centro de eventos, apesar de mundialmente famoso, Mr. Happy Face não tem muito tempo de vida. Quando ele foi adotado, o abrigo já havia informado à tutora que ele estava com a saúde muito debilitada.

Mesmo sabendo dos riscos, Banelly decidiu adotar Mr. Happy Face, que não é apenas feio: ele também sofre com muitos tumores, além de anomalias genéticas. Mas a tutora, ao vê-lo pela primeira vez, pensou nunca ter visto uma criatura tão feliz. Ela conta:

“Ele veio até mim, mancando, assim que me viu. Ele me escolheu. Jurei naquele dia, para mim mesma, que Mr. Happy Face seria tão amado que ele nunca mais se lembraria da vida anterior que teve, tão horrível”.

Como é possível observar, todos os seres vivos merecem ser amados. Até mesmo porque ninguém é totalmente bonito: todos nós temos alguns pontos não tão “vantajosos” em nossa aparência, que gostaríamos de transformar (ou, em alguns casos, fazer desaparecer).

No próximo ano, Mr. Happy Face será celebrado como o cachorro mais feio do mundo. É muito provável que ele não faça ideia dos motivos de ter se transformado em celebridade, mas o cãozinho e a tutora estão se divertindo bastante.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas