InícioHistórias FelizesCachorra sempre corre para retirar tapetes e dar passagem à vovó cadeirante

Cachorra sempre corre para retirar tapetes e dar passagem à vovó cadeirante

Uma vovó tem a ajuda da cachorra para circular com a cadeira de rodas pela casa. Veja o vídeo…

Quem vive com um cachorro sabe que eles entram na nossa história para divertir, alegrar, proteger e defender. Esta cachorra percebeu que a tutora cadeirante tem dificuldade para circular pela casa e descobriu uma forma para facilitar: ela sempre retira os tapetes para dar passagem.

Devoção e lealdade poderiam ser sinônimos de cachorro. A cachorrinha está facilitando bastante a vida da tutora e faz isso com prazer: sempre que a vovó precisa se deslocar, a pet se antecipa e sai retirando os tapetes.

cachorra-retira-tapetes-para-dar-passagem-a-tutora-cadeirante

Lili e a vovó

Lili, a personagem central da nossa história, foi adotada há dois anos pela avó de Ana Clara Simões, a autora dos vídeos. O objetivo principal é que a cachorrinha servisse como acompanhante. Atualmente, porém, Lili é muito mais do que uma companhia: ela ajuda a vovó de 86 anos em tudo que está ao seu alcance.

Lili é muito amistosa e está sempre ao lado da avó de Ana Clara. Com a idade, a idosa acreditou ter encontrado na cachorra uma amiga para atenuar a solidão, a peluda surpreendeu e revelou-se uma ajudante para todas as horas.

Sem ninguém ensinar, ela percebeu que os tapetes da casa da vovó eram um problema para a cadeira de rodas. Apesar de enfeitarem e aquecerem os ambientes, a tutora tinha dificuldade em circular, uma vez que as rodas ficam presas na trama dos tapetes.

cachorra-retira-tapetes-para-dar-passagem-a-tutora-cadeirante

Lili é uma cachorra de pequeno porte. Ela nunca se destacaria pela força e a resistência. Mas, quando a avó de Ana Clara se desloca – do quarto de dormir para a sala, por exemplo –, a cachorrinha passa na frente e vai retirando todos os tapetes que encontra no caminho.

Veja também: As pessoas estão deixando gravetos no túmulo de cachorro que viveu há mais de 100 anos

Desta maneira, a cadeira de rodas desliza suavemente, sem travas nem sobressaltos. Pessoas de idade, além das limitações de locomoção, também sofrem com as dores nas articulações e músculos; por isso, andar pela casa sem que a cadeira fique presa ou ande em pulinhos é uma imensa vantagem para o bem-estar e a qualidade de vida da idosa.

Todos da família de Ana Clara ficaram agradavelmente surpresos com a proatividade de Lili. A tutora disse que, nas primeiras vezes em que a cachorra retirou os tapetes, ela imaginou que era apenas uma coincidência.

cachorra-retira-tapetes-para-dar-passagem-a-tutora-cadeirante

Mas, como Lili passou a repetir o gesto de retirar os tapetes da frente todas as vezes em que via a vovó se deslocando com a cadeira de rodas, ficou claro para todos que ela estava “abrindo caminho” para a tutora passar.

A idosa, na verdade, apesar de ter tido amputada uma das pernas por conta de complicações do diabetes, nunca teve grandes problemas em passar sobre os tapetes da casa, apesar de os caminhos livres serem mais fáceis de serem percorridos. O mais importante, contudo, é que Lili acredita estar ajudando a tutora a se deslocar.

Ela faz tão bem o serviço – inventado por ela mesma – que Lara, a outra cachorra da família, também decidiu arrastar os tapetes para facilitar a vida da tutora. Lili está fazendo escola. Agora, ela precisa aprender a colocar os tapetes no lugar, depois que a cadeira de rodas passa.

O vídeo de Ana Clara registrou a ação de Lili, a fiel escudeira da vovó. As imagens foram postadas nas redes sociais e viralizaram em pouco tempo. Ver uma cachorra retirando tapetes e capachos do caminho é divertido, mas a moral da história é que todos nós devemos nos esforçar e fazer o que estiver ao nosso alcance para melhorar a vida do próximo.

Amaury Almeida Costa
Amaury de Almeida Costa ([email protected]) é redator publicitário há mais de 30 anos. Escreve para diversos blogs desde 2008. Presente nas redes sociais desde a época do Orkut, foi editor da revista Animanews, sucesso editorial do final dos anos 1990, que trazia informações sobre pets – além de cães, gatos e aves, trazia informações sobre répteis, anfíbios, peixes e invertebrados de estimação.
RELACIONADOS

Últimas Publicações