Cachorro é resgatado de uma jaula e se agarra a sua nova mãe para que ela não o deixe

Um cachorro pitbull foi encontrado preso em uma jaula, como se fosse uma fera.

Uma jaula não é o local ideal para nenhum animal, muito menos para cachorros. Quem convive com um peludo sabe como pode ser estressante manter um cachorro em uma gaiola de transporte, mesmo que por apenas alguns minutos. É uma providência necessária e importante para a segurança, mas os peludos consideram a experiência intolerável.

Este pitbull, porém, passou muito tempo preso em uma jaula, até ser finalmente resgatado. A jaula era uma cela fria e solitária, em que o cachorro passava os dias à espera de um amigo, de uma família responsável e amorosa.

Cães e gatos são animais muito afetuosos. Eles precisam da companhia humana, precisam de brincadeiras e da interação para se desenvolver de forma adequada. Este pitbull, quando percebeu que estava sendo salvo, agarrou-se à resgatadora, em sinal de alívio e gratidão.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

Resgate e adoção

Kayla Filoon é uma jovem americana acostumada a trabalhar com animais abandonados. Aos 20 anos, ela se tornou voluntária para passear com cachorros abrigados no ACCT Philly – Animal Care & Control Team of Philadelphia.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

No ACCT, um abrigo na Filadélfia (na Pensilvânia, região nordeste dos EUA) que resgata, reabilita e providencia a adoção de cães e gatos, Kayla conheceu Russ – o pitbull que é o personagem central desta história.

Russ chegou ao ACCT muito machucado e desnutrido. Os tutores antigos o mantinham preso em uma jaula, para impedir que ele atacasse os vizinhos e mesmo os membros da família. No abrigo, no entanto, Russ se mostrou um animal amigável e amoroso.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

Quando Kayla encontrou Russ, ele estava muito magro, sem pelos na cauda e nas orelhas. Apesar de medir 53 cm na altura da cernelha, ele tinha apenas 18 kg quando foi resgatado – o esperado para um macho adulto deste porte é de 27 kg.

O pitbull estava feio, maltratado e era muito desconfiado, mas alguma coisa mudou quando ele viu Kayla pela primeira vez. Russ deve ter pensado: “Aí está a minha chance de salvação” e agarrou-se à nova amiga. As fotos mostram que ele parece abraçar a jovem voluntária.

Não poderia ter sido de outro modo: Kayla se apaixonou pelo jeito meigo e carinhoso escondido sob a aparência rude e negligenciada de Russ. Em entrevista ao site The Dodo, especializado em notícias sobre animais de estimação, a jovem confessou: “Ele é um cão encantador, ele é adorável. Eu preciso levá-lo para casa agora”.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

Kayla voltou para casa, para pedir a autorização dos pais. Ao voltar ao ACCT, ela percebeu que Russ mal havia se movido: “Ele estava na mesma posição em que eu o tinha deixado. Enquanto os outros cães latiam e faziam um estardalhaço, ele ficava apenas quieto”.

Ela decidiu levar Russ para um passeio. A caminhada durou 45 minutos, mas foram necessários apenas cinco para Kayla confirmar que o pitbull era o cachorro dos seus sonhos. “Ele foi muito carinhoso comigo. Parecia ser um cachorro muito doce”.

A equipe do ACCT tinha outra opinião sobre Russ. Ele acabava de ter sido resgatado em péssimas condições, havia passado muito tempo preso em uma jaula e não interagia com so voluntários, nem com os outros cães. Mas algum motivo oculto levou o cachorro a se aproximar de Kayla, de uma maneira irresistível.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

Kayla descobriu que Russ conhecia os comandos básicos (“Senta”, “Fica”, “Deita”, etc.) e obedecia com delicadeza e rapidez. O pitbull se mostrou um cachorro esperto e dócil. Nada poderia explicar os motivos que levaram os tutores antigos a mantê-lo preso, longe da presença de humanos e outros cães.

Ela deixou o cachorro de volta no canil e ligou para a casa. Para a mãe, Kayla disse: “Preciso adotar um cachorro agora mesmo”. A mãe não se impressionou, porque a jovem sempre se apaixona pelos animais com quem passeia.

Um sentimento especial havia despertado em Kayla e Russ. Ela também estava preocupada, porque o ACCT havia sacrificado 15 cães pouco tempo antes (de acordo com a legislação americana, cães resgatados não adotados nem procurados pelas famílias antigas podem ser sacrificados, de acordo com as condições dos canis).

No dia seguinte, Kayla voltou ao canil, depois das aulas. Dessa vez, ela decidiu levar Russ para um passeio de carro. Ele se sentou no banco do passageiro, como se isso já fizesse parte da rotina. Mais uma vez, a jovem pensou: “Ele é o cachorro perfeito”.

Ao voltar do passeio, não havia como voltar atrás. Kayla manifestou o seu desejo de adoção e o pessoal do ACCT rapidamente organizou a papelada para que Russ finalmente tivesse uma família e um lar amoroso.

cachorro-e-resgatado-de-uma-jaula

Naquela mesma noite, Russ foi apresentado à família Filoon. Apesar de Kayla já ter advertido a mãe, a chegada do cachorro foi uma surpresa. Russ ainda não havia recuperado a saúde – além dos maus tratos, ele havia contraído tosse dos canis no abrigo.

Aos poucos, o pitbull recuperou a saúde e passou a demonstrar todo o amor que sentia pela mãe adotiva. “Ele sempre quer estar perto de mim”, conta a tutora. Agora, Russ e Kayla estão vivendo em uma república estudantil, com outras seis colegas da tutora. Ele é o xodó da casa.

Um amigo de Kayla testemunhou a proximidade da jovem com o pitbull. Se ela está sentada em uma poltrona, ele quer ficar no mesmo lugar, mesmo que haja outros mais confortáveis. Russ precisa sentir que a tutora está por perto.

As fotos de Kayla e Russ foram postadas nas redes sociais e viralizaram rapidamente. O pitbull acompanha a tutora em quase tudo, o dia inteiro. Kayla espera que as imagens sirvam para que mais pessoas se decidam por adotar um animal abandonado ou negligenciado.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas