Cachorro ferido pula nos braços da salvadora

Ele estava com a perna fraturada. Ao ver a salvadora se aproximar, o cachorro pulou nos braços.

Algum tipo de sexto sentido deve alertar os cachorros sobre as intenções dos humanos que se aproximam. Este peludo estava perdido em uma estrada rural, quando viu uma mulher se aproximar. Percebendo que ela queria ajudar, o cachorro pulou nos braços da salvadora.

A mulher estava sozinha no carro, trafegando por uma estrada isolada na Romênia, país da Europa Oriental. Ela percebeu um movimento estranho nos arbustos ao lado da pista e resolveu investigar um pouco.

cachorro-ferido-pula-nos-bracos-da-salvadora

O salvamento

Em pouco tempo, a motorista avistou o cachorro. Ele estava ferido, tentando se ocultar na vegetação espinhosa. O animal estava sozinho e mancava bastante. Mais tarde, já socorrido, constatou-se que ele tinha sido abandonado alguns dias antes.

O cachorro, muito magro, logo percebeu: a mulher que parecia ter surgido do nada não estava ali para fazer nenhuma maldade. Ele ficou tão emocionado ao perceber que a ajuda tinha chegado que, mesmo ferido, saltou sobre os arbustos e acabou nos braços da motorista.

cachorro-ferido-pula-nos-bracos-da-salvadora

O animal estava esquálido, totalmente emaciado. Mais tarde, os veterinários diagnosticaram que ele tinha uma fratura na perna. O cachorro estava desesperado por ajuda, precisando com urgência de algum tipo de suporte.

Mesmo com dificuldade nos movimentos, o peludo entendeu que ali estava a grande oportunidade de sobrevivência. Ele pulou no colo da mulher e rapidamente embarcou no carro, cuja porta tinha sido deixada aberta. Para o cachorro, aquilo representava uma verdadeira tábua de salvação.

Resgate e tratamento

Ao entrar no carro, o cachorro mostrou que estava faminto: ele avançou sobre uma caixa de lenços de papel e quase devorou-a. felizmente, a motorista conseguiu impedi-lo a tempo. Mas era evidente que o peludo precisava de ajuda.

A mulher levou o cachorro para um abrigo próximo a Bucareste, a capital do país. O Howl of a Dog (“uivo de um cão”, em português) recebeu o cachorro abandonado e providenciou os primeiros socorros de saúde.

cachorro-ferido-pula-nos-bracos-da-salvadora

O Howl of a Dog é uma organização sem fins lucrativos especializada em resgate e acolhimento de animais abandonados e negligenciados. A entidade abriga, trata, providencia castração, vermifugação e vacinação básica. Em seguida, os pets são encaminhados para adoção. Vários animais foram enviados para lares nos EUA, Canadá e outros países da Europa.

O cachorro recebeu o nome de Vlad. As semelhanças com o príncipe medieval que inspirou as histórias de Drácula, no entanto, se restringem ao nome (conde Vlad Drakul) e ao país de origem. Vlad se mostrou amigável e carinhoso.

cachorro-ferido-pula-nos-bracos-da-salvadora

Vlad foi diagnosticado com fraturas nos dois membros dianteiros, provavelmente devidas a um atropelamento. Ele tinha uma série de infecções e inflamações, já que o acidente teria ocorrido pelo menos uma semana antes de o cachorro ter sido encontrado pela salvadora.

Abandonado e ferido, Vlad não deve ter conseguido encontrar alimentos no tempo em que ficou sozinho na estrada. Evidentemente, o animal estava faminto e muito assustado. Ele precisou passar por uma cirurgia de emergência, para fixação dos ossos quebrados.

A reabilitação foi longa e difícil. Felizmente, Vlad recebeu os cuidados necessários e muitos incentivos para superar as dificuldades. O cachorro teve de se submeter a sessões de fisioterapia, para recuperar os movimentos e conseguir caminhar normalmente.

O cachorro permaneceu no Howl of a Dog até conseguir ter a saúde totalmente restabelecida. Os exercícios conseguiram restabelecer os movimentos livres e as atenções e agrados dos funcionários do abrigo permitiram que Vlad revelasse uma personalidade extrovertida e muito amistosa.

cachorro-ferido-pula-nos-bracos-da-salvadora

Com a saúde em dia, fotos e vídeos de Vlad foram publicados nas redes sociais do Howl of a Dog. Finalmente, uma família de Phoenix, no Arizona (sudoeste dos EUA), foi escolhida para receber o cachorro.

Depois de um longo voo, Vlad desembarcou no aeroporto e correu diretamente para os braços de Curt, o tutor que estava esperando ansioso. este cachorro parece saber agradar os humanos – fica difícil entender os motivos por que ele foi abandonado.

Vlad recebeu um novo nome: agora, ele se chama Buddy (termo que pode ser traduzido como “companheiro, camarada”). Ele está totalmente adaptado à casa nova – a parte predileta é o jardim. Buddy também ganhou a companhia de um irmão de quatro patas, Gemini, um mestiço de retriever do Labrador e pitbull.

Buddy está muito feliz. Foi preciso viajar mais de dez mil quilômetros, de Bucareste até Phoenix, para encontrar um novo lar, mas agora ele tem tudo que um cachorro precisa. Adotar é tudo de bom: para quem ganha um recomeço, mas principalmente para quem abre as portas da casa para um novo amigo.

Postagens Relacionadas